Cuscuz Vegan Caliente

Como assim, tia Stéfanie? Montou um blog de culinária pra postar fast food??? Caaaaalma, jovem Padawan, eu explico. Na verdade, esta é minha carta na manga para aqueles dias em que estou com preguiça  pouco tempo de cozinhar e preciso fazer almoço com comida de verdade em dez, quinze minutos no máximo. Da necessidade quase diária de uma comida rápida, prática e saborosa nasceu meu amor incondicional pelo cuscuz marroquino.

DSC_0851

Proveniente da cozinha marroquina (juuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuura???), este ingrediente está presente em todo o norte da África e permite INFINITAS combinações, uma das quais, a minha, a sua, a nossa Vegan Caliente, que ainda por cima é light. Afinal, comida sem carne e light pode ser sim muito saborosa. A concepção de que comida vegan é sem graça está muito ultrapassada, e este post vem dar uma ideia de um prato gostoso, com ~SUSTANÇA~ e sem nenhum tipo de proteína animal.

Usei os ingredientes que tinha na geladeira, que na verdade é o que eu geralmente faço (alô Gordon, quero ver cozinhar bem em final de mês, antes de receber o salário!). Sintam-se à vontade para mudar os ingredientes, o principal aqui é a ideia, e não a receita em si.

O “caliente” da receita vem dos quilos de pimenta que coloquei, porque sim, eu adoro pimenta, muuuuuita pimenta.

Dificuldade: 2, nível mamão com açúcar

Tempo de Preparo: 15 minutos

Serve: 2 pedreiros

Ingredientes

1 xícara de cuscuz marroquino

700 ml de água

sal a gosto

pimenta do reino a gosto

2 folhas de louro

azeite

1 cebola picada em cubos (eu adoro cebola, por isso sempre coloco muita, mas caso você não seja muito “chegado”, coloque apenas meia)

dois dentes de alho

1/2 meia colher de sobremesa de cúcurma (que é o nosso famoso açafrão da terra)

1/2 abobrinha picada em rodelas partidas ao meio

1 cenoura média ralada

1 colher de sopa de molho inglês

2 colheres de sopa de feijão branco cozido

muito molho de pimenta Tabasco, a gosto

Modo de Fazer

Em uma panela coloque a água para ferver, acrescente uma pitada de sal, as folhas de louro e pimenta do reino. Quando estiver fervendo, desligue o fogo e acrescente o cuscuz. Deixe-o hidratando na água por cinco minutos, escorra a água e reserve. O cuscuz vai triplicar de tamanho neste momento, por isso uma xícara é uma quantidade mais do que suficiente para pessoas que comam bem.

Em uma panela ou frigideira, refogue cebola e alho no azeite. Antes da cebola chegar ao estágio de transparência, acrescente a abobrinha e a cenoura e refogue tudo junto. Caso não goste de cenoura, mude para pimentão/ tomate/ whatever. O importante é usar os ingredientes que você gosta (mas foi assim que eu fiz meu marido, que ODEIA DE CORPO E ALMA abobrinha, comê-la sem problema).

Quando os legumes estiverem al dente, coloque o molho inglês para dar uma “molhada” e acrescente o cuscuz, misturando tudo muito bem. Tempere com a cúrcuma, um pouco mais de pimenta-do-reino, acerte o sal e desligue o fogo. Coloque o feijão branco já cozido (lentilha e grão-de-bico também vão muito bem com essa combinação), e o molho de pimenta a gosto.

Finalize com uma colher de sopa de azeite (eu tinha dito que esse prato era light? é.. mais ou menos) e sirva a seguir.

Alguns ingredientes que adoro colocar no cuscuz são: milho, ervilha, tomate, pimentão vermelho, soja, grãos.

DSC_0849 DSC_0857

DSC_0855

Anúncios

2 comentários sobre “Cuscuz Vegan Caliente

  1. Devo indicar a alteração que realizei no prato, a fim de deixá-lo ao meu gosto gordo: linguiças cortadas e banho de azeite. Ainda assim, aprovo o original.

Obrigada por seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s