Você entende de açúcar?

Fonte: http://otreino.com.br/acucar-tambem-pode-causar-dependencia-alerta-estudo/acucar_mocinho_ou_vilao/

Imagem daqui

Quem gosta de se aventurar pelo mundo da pâtisserie, sempre se depara com alguns nomes “estranhos” para açúcar, inclusive nos sites gringos. Para quem, muitas vezes, não sabe para onde ir com essa diversidade toda, cara(0) colega, este post é pra você.

Eu coloquei aqui os tipos mais comuns, mas existem ainda mais tipos. Os nomes em inglês não foram esquecidos, uma vez que muitos sites MARA de pâtisserie são gringos. Conhecendo os listados aqui, você está “safo”.

Açúcar Refinado (caster sugar ou granulated sugar) – é o açúcar branco comum, encontrado em supermercados. Seus grãos são pequenos, mas perfeitamente visíveis. Muito utilizado na culinária e para adoçar bebidas, também pode vir na forma de torrões (#desenhoanimadofeelings).

açucar refinado

Fonte: aqui

Fonte: aqui

Açúcar Mascavo (brown sugar) – é o açúcar bruto, antes de passar pelo processo de refinamento, o que o torna mais saudável. Tem um sabor mais “amargo”, que lembra melaço de cana, muitas receitas usam esse tipo de açúcar quando não querem um sabor doce muito acentuado. Indicado para as mesmas receitas em que se usa açúcar refinado, como pães, bolos, tortas.

Fonte: aqui.

Fonte: aqui.

Açúcar Cristal (crystal sugar ou sanding sugar) – muito comum no Brasil, é muito usado em receitas de bolos e biscoitos. Com grânulos maiores, este açúcar demora muito mais a dissolver – em alguns casos ele não dissolve por completo, o que pode “desandar” o doce que você estiver preparando, por exemplo, um chantilly. Não é exatamente a mesma coisa que o açúcar refinado, podendo adoçar demais a receita por não dissolver completamente, o que fará com que quem prove sinta mais o açúcar. É bom prestar atenção quando for usá-lo no lugar do açúcar refinado. Prefira utilizá-lo em receitas que sofrem processo de cozimento, como bolos.

Fonte: aqui.

Imagem daqui.

Fonte: aqui.

Imagem daqui.

Açúcar de Confeiteiro (icing sugar) – com grânulos bem finos, este tipo de açúcar é muito usado na confeitaria para dar um “acabamento” ao doce, deixando-o mais bonito, além de ser usado em glacês e coberturas. Possui amido em sua composição. Eu o utilizei, por exemplo, por cima do Bolo de chocolate sem farinha.

Fonte: aqui.

Imagem daqui.

Açúcar Impalpável ( powdered sugar) – com grânulos mais finos ainda que o açúcar de confeiteiro, o açúcar impalpável parece maizena, de tão fino. Possui fécula de milho na composição. Este é o tipo usado na produção da pasta americana, para cobertura de bolos e cupcakes.

Fonte: aqui.

Imagem daqui.

Açúcar Demerara (demerara sugar) – parece o Mascavo, mas é mais amarelado. De valor mais elevado, tem sabor doce mais concentrado e só deve ser usado quando a receita for preparada para ele. No site BBC Food, por exemplo, existem receitas preparadas exclusivamente com o açúcar demerara.

Fonte: aqui.

Imagem daqui.

Açúcar Líquido (liquid sugar) -também conhecido como açúcar invertido, eu, particularmente, nunca o utilizei, mas sei que é muito utilizado na indústria alimentícia e farmacêutica.

Imagem daqui.

Imagem daqui.

Açúcar Orgânico (organic sugar) – produzido sem nenhum aditivo químico, este açúcar é encontrado na cor clara e dourada.

Imagem daqui.

Imagem daqui.

Açúcar Grosso (coarse sugar) – possui cristais bem maiores que o açúcar cristal, é especialmente usado em decoração de doces. Pode ser encontrado em diversas cores.

Imagem daqui.

Imagem daqui.

Açúcar Amarelo (yellow sugar) – eu só conheci este açúcar aqui em Portugal, nunca o tinha visto no Brasil. Uma variedade do Mascavo, este açúcar possui sabor de caramelo, mas leve. Algumas pessoas o substituem pelo refinado, por ser mais “natural” que o açúcar branco, usando as mesmas quantidades, tanto no preparo de doces quanto de bebidas (inclusive eles preferem fazer a caipirinha com este açúcar, mas eu me recuso).

Imagem daqui.

Imagem daqui.

Açúcar Light (light sugar) – com aparência idêntica ao açúcar refinado, possui adoçante na composição. Não uso, pois geralmente o adoçante adicionado é o aspartame, mas é usado em receitas para quem não pode consumir açúcar motivos de: dieta. Este tipo não é próprio para diabéticos.

Imagem daqui.

Imagem daqui

Anúncios

Obrigada por seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s