Arroz de Pato

Arroz de Pato

Apesar de morar em Portugal, eu reparei que quase não posto receitas tugas. E olha que aqui só tem comida boa! Juro que não é por mal, APENAS relapso.

Quando se fala em comida tuga, todo mundo pensa imediatamente em um bacalhau, ó pá! Acontece que, além do bacalhau, diversos outros ingredientes fazem parte da rycah e phyna culinária portuguesa, como frutos do mar em geral, porco AAAAAAAAAAAAND pato!

A receita original vai chouriço, uma espécie de linguiça tuga maaaaaaaaaaraaaaaaaaavilhuóóósa. Não costumo fazer esse prato porque ele dá mointo trabalho, mas o sabor compensa. Vale uma jaca no fim de semana sem peso na consciência!

Rendimento: 2 pedreiros

Ingredientes

  • uma carcaça de pato inteiro OU um peito de pato OU coxa e sobrecoxa (adendo: eu acho meio crime/desperdício comprar um pato, que tem uma carne saborosíssima e em alguns lugares é caro pra choochoo, pra desfiá-lo, por isso eu sempre uso a carcaça, mas cada um com suas manias, né?)
  • 2 lt de água
  • 2 dentes de alho
  • 1/2 cebola picada grosseiramente
  • 1 talo de salsão, também chamado de aipo
  • 1 cenoura picada grosseiramente
  • ervas que você tiver, como tomilho, alecrim, sálvia, louro…
  • 1 1/2 xic de arroz parbolizado (em PT conhecido como vaporizado)
  • sal e pimenta do reino a gosto

PRE-PÁRA!

  1. Coloque o pato para fritar em uma frigideira antiaderente ainda fria com o lado da pele virado para baixo. Não é necessário óleo ou azeite, pois o pato tem muita gordura, que irá soltar quando você começar a fritar a pele. Deixe ela ficar bem torrada. Assim que a gordura desprender, desligue o fogo, retire o pato e reserve o óleo.
  2. Em uma panela com tampa, coloque a água para ferver com 1 dente de alho, cebola, salsão, cenoura, ervas, o pato, sal e pimenta. Quando levantar fervura tampe e deixe ferver por aproximadamente 1 hora em fogo médio.
  3. Retire o pato, espere esfriar e desfie a carne. Descarte os ossos, guarde os legumes para uma sopa e reserve a água do cozimento.
  4. Em uma outra panela, refogue 1 dente de alho picado em 2 colheres de sopa da gordura do pato. A seguir, acrescente o pato desfiado e refogue bem. Acerte sal e pimenta, caso necessário.
  5. Quando a carne estiver bem refogada, retire-a da panela, acrescente mais uma colher de sopa da gordura do pato e refogue o arroz por uns 5 minutos em fogo médio.
  6. Acrescente a água do cozimento do pato, que deve estar fervente, na proporção aproximada de 4 a 5 xícaras de caldo para a quantidade de arroz especificada. Feche a tampa, deixando um pequeno espaço para a saída do vapor.
  7. Quando a água tiver quase toda evaporada, prove o arroz. Caso necessite sal, acrescente. Se o arroz ainda estiver durinho, acrescente mais 1/2 xícara de caldo e repita este processo até que o arroz esteja al dente.
  8. Caso não seja necessário o caldo extra, acrescente o pato e mexa o arroz, para que tudo incorpore. Refogue por mais dois minutinhos, até que a água tenha secado totalmente e sirva a seguir.

UUUUUUUUUUUUUUFA! Até suei! Ainda bem que o resultado compensa muito.

Arroz de Pato

Arroz de PatoObservação: Caso queira fazer a versão portuguesa com o chouriço, é só fazer todo o processo do pato com a linguiça junto. Acrescente-o à àgua do cozimento do pato e depois refogue-o com o pato, na etapa 4. No final, quando incorporar o pato ao arroz, faça o mesmo com o chouriço. Eu, particularmente, prefiro sem. :)

Anúncios

Obrigada por seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s