Risoto Caipira

Risotto Caipira

Hola, que tal? Como foi o findi?

O meu foi ótemo, gracias. :)

Além das gordisses de costume, ainda tive um epic win no supermercado: bacalhau em promoção.

Melhor do que comprar bacalhau, é comprá-lo em promoção, né não?

Mas o melhor de tudo foi que, pela primeira vez en mi vida comprei o bacalhau seco e salgado. Da Noruega porque eu sou phyna, tsá? Mentira, era o que tava em promoção.

O bacalhau seco vem desta forma:

bacalhau seco

Imagem daqui

Daí que eu resolvi falar com o maior especialista em bacalhau que eu conheço (aka MI PADRE) para saber que raio eu fazia agora com isso, uma vez que eu só havia comprado o bacalhau já pronto para o consumo em toda a minha vida. Sim, sou dessas.

Daí ele me disse que eu deveria deixar dessalgando e me explicou todo o processo que eu deveria fazer. ~OU SEJE~ durante a semana teremos receita com bacalhau AND um super guia sobre como fazer para tratar o bacalhau seco, tipo uma faixa bônus, com oferecimento do meu super pai. :)

Vai que tem alguém aí perdidinho como eu, neam.. nunca se sabe.

E pro almoço de domingo, eu fiz um Risotto Caipira Conquitin (pronuncia-se conquitã, é francês, amigue!)

Traduzindo, Risotto Conquitin significa COM QUE TEM, ou seja, pega na geladeira o que tem e faz o seu Risotto divo. Eu tinha frango assado, que virou um super Risotto Caipira.

Tia Stéfanie também é cultura.

Bora pra receita.

Ingredientes

  • 2 peitos de frango assado (um frango tem dois peitos, tá?)
  • 2 col sopa azeite + 2 col sopa
  • 1,2 litro de caldo de galinha caseiro ou 2 tabletes de caldo pronto dissolvidos em 1 lt de água
  • 1 1/2 xic arroz arbóreo
  • 3 chalotas picadas OU 1 cebola grande
  • 2 dentes de alho grandes picados
  • 150 ml vinho branco
  • 1 talo alecrim
  • sal e pimenta do reino a gosto
  • 80 g cream cheese
  • 2 fatias queijo gouda
  • parmesão ralado na hora
  • 3 col sopa milho (usei congelado)
  • 3 col sopa ervilha (usei congelada)

PRE-PÁRA!

  1. Coloque o caldo de galinha para ferver.
  2. Enquanto isso, refogue o frango em 2 col sopa de azeite e alecrim, até dourar. Você pode usar o frango cru, também, não há problema algum, só deverá desfiá-lo depois. Reserve.
  3. Na mesma panela, refogue a cebola e o alho em 2 col sopa azeite. Acrescente o arroz e refogue por 1 minuto.
  4. Coloque o vinho e espere o álcool evaporar. Em fogo médio, acrescente 2 conchas de caldo de galinha e espere secar. Vá acrescentando aos poucos, 2 conchas de cada vez, esperando sempre secar antes de acrescentar mais. A quantidade de caldo a ser usado varia muito, mas geralmente o mínimo é 1 litro. Mexa de vez em quando, mas não fique mexendo muito.
  5. Para saber se o arroz está no ponto, prove. Se ainda tiver qualquer resquício de mal cozimento, coloque mais caldo.
  6. Na última concha, acrescente o frango e o queijo gouda. Acerte o sal e tempere com pimenta do reino. Desligue o fogo, acrescente o milho, a ervilha e o cream cheese e mexa bem.
  7. Finalize com o parmesão ralado.

 

Risotto Caipira

Risotto Caipira

Anúncios

Obrigada por seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s