Pasta Cinque Formaggi (Cinco Queijos)

Pasta Cinque Formaggi

Mamma mia!!!! Ai como eu to italiana!

Pra quem não sabe, a comida italiana é a minha favorita de todos os tempos para todo o sempre, só perdendo pro churrasco mal passado. #ografeelings

Quando meu irmão estava aqui, resolvi fazer um jantar na minha casa e coisital, pra ele e pra cunha. SÓ QUE, eu tenho o irmão mais chato do mundo pra comida. Sério, gente, o que eu tenho de draga, ele tem de enjôo. Digamos que eu pago meus pecados com ele e que se ele fosse meu filho ia sair muita briga, vou te contar.

Daí como ele não come legumes, não come qualquer carne, não come chouriço, não come cogumelos, não come peixe e frutos do mar nem sob ameaça de tortura… Camarão só se estiver passando fome! Bacalhau só se for a última coisa na face da terra e salmão jamé, ~ou seje~ fiquei com opções restritas. :/

Dai, como boa filha de mineira, pensei: queijo – quanto mais, melhor! E foi assim que eu fiz pro jantar uma pasta cinque formaggi, ou cinco queijos para os íntimos. Não tem como errar, neam. Não gostar de queijo é quase como ser um extra-terrestre nesse mundão de Meu Deus.

De entrada eu fiz uma Focaccia, que eu já dei a receita aqui, só que ao invés de alecrim eu fiz de tomate cereja e manjericão, que ficou igualmente maaaaaaaraaaaaaaa! Com a única diferença que, ao invés de deixar 25 minutos no forno, eu deixei 20. Por isso ela ficou mais branquinha, olha a maldade:

Focaccia de Tomate com Manjericão

Focaccia de Tomate com Manjericão

Mas vamos ao que interessa que a pasta que é a novidade aqui, neam?

Ingredientes (para 6 pessoas)

  • 400 ml creme de leite fresco (natas para bater em Portugal)
  • 100 ml leite
  • 50 g manteiga
  • 100 g queijo gorgonzola (roquefort em Portugal)
  • 200 g cream cheese
  • 200 g queijo mozzarella
  • 150 g queijo provolone
  • 100 g queijo parmesão ralado na hora
  • pitada de noz moscada
  • pitada de pimenta do reino
  • 600 g pasta bavette (ou o de sua preferência – penne e tagliatelle são ótimas pedidas)
  • sal caso necessário

PRE-PÁRA

  1. Coza a massa conforme as instruções da embalagem em água com sal e óleo. Caso não vá usar a massa instantaneamente, passe por água para interromper o cozimento.
  2. Em uma frigideira, derreta a manteiga com o leite e o creme de leite fresco. Caso use creme de leite normal NÃO DEIXE FERVER, ou ele talhará.
  3. Acrescente os queijos (com exceção do parmesão) e tempere com noz moscada e pimenta. Acerte o sal, caso necessário – o que eu duvido, pois queijo já tem muito sal.
  4. Quando todos os queijos estiverem bem derretidos e incorporados, acrescente a pasta, misture para que o macarrão ganhe o sabor do molho e sirva imediatamente, com queijo parmesão ralado por cima.

CABÔ. Demorei mais pra comer do que pra fazer HEHEHEHE

Pasta Cinque Formaggi

Farofa de Miúdos

Farofa de Miúdos

*Fotos ordinárias do celular/ telemóvel pois a correria era grande.

Eu sei que tem muita gente com horrô a miúdos de qualquer animal que se preze. Mas eu, bem, eu só não como dobradinha nessa minha vida.

Foi então que, com saudade de um coração, uma moela e um fígado de galinha, eu bati o pé que, nesse Natal, eu queria farofa de miúdos.

Pra quem nunca comeu, essa farofa fica super úmida e crocante. O segredo de uma boa farofa, pra mim, é torrar bem a farinha.

Aliás, por falar em farinha, eu gostaria de dizer que eu usei uma farinha paraense, a mais comum de ser encontrada no nordeste. No entanto vou contar uma coisa pra vocês: quem entende de farinha mesmo é o Acre. Não existe farinha mais gostosa que a de Cruzeiro do Sul!

Como não dá mais pra fazer pro Natal, que tal fazer a receita pro almoço de domingo? Bora pra primeira receita de 2014!

Ingredientes (pra muitos pedreiros)

  • 250 g de moela de galinha ou frango
  • 250 g de fígado de galinha ou frango
  • 250 g de coração de galinha ou frango
  • 1 kg de farinha
  • 1/2 xic óleo
  • 1/2 xíc de manteiga
  • 1 cebola grande picada
  • 3 dentes de alho
  • 1 1/2 tomate picado
  • sal e pimenta do reino a gosto

PRE-PARA!

  1. Limpe bem os miúdos. Separe-os. Em uma panela de pressão, cozinhe somente a moela em água e sal por 20 minutos depois que pegar pressão. Retire os miúdos e coza na mesma água (desta vez sem pressão) por 2 minutos o fígado e o coração. Corte tudo em dois pedaços (ou quatro, dependendo do tamanho) e reserve.
  2. Em uma panela, refogue cebola e alho em óleo. Quando a cebola estiver começando a ficar transparente, acrescente os miúdos e a manteiga e frite bem, por uns cinco minutos, até ficar tudo bem torradinho.
  3. Acrescente o tomate e a farinha e torre bem. Aí pode refogar durante uns 5 a 10 minutinhos, até que a farinha fique crocante.
  4. Acerte o sal e acrescente pimenta do reino.
  5. Eu gosto de colocar uma colher de sopa de manteiga no final, só pra ajudar a ficar molhadinha.
  6. Sirva bem quentinha.

Gente, já pensou essa farofa recheando um frango? Natal desse ano eu vou fazer isso e ai de quem não deixar, eu como tudo sozinha!

Farofa de Miúdos

Farofa de Miúdos

Adeus Ano Velho, Feliz Ano Novo!

Eu sei, eu sei, estou ~apenashhh~ 12 dias atrasada em desejar Feliz Ano Novo pra todo mundo, mas antes tarde do que nunca, neam???

FELIZ ANO NOVO, GENTEM!!! Que 2014 seja muuuuuuuuito melhor do que 2013, que nós possamos cozinhar bastante, fazer comidas ma-ras, amar mais, tolerar mais, brigar menos, conquistar sonhos e melhorar como pessoas. Um ano muito feliz pra todo mundo, cheio de gordices!!

O meu já começou com muita emoção, com meu irmão chegando do Brasil às 23h30 do dia 31 de dezembro. Até dar o horário, eu duvidei  seriamente de que ele chegaria a tempo.

Acontece que ele chegou e trouxe com ele o saco do Papai Noel que tava atrasado uma semana.

Adeus Ano Velho, Feliz Ano Novo!

My precious!

Meu irmão querido e amado me deu de presente uma panela de ferro e uma de barro, vindos diretamente de Minas Gerais, uai. Gente, eu era simplesmente LOOOOOOOOOOOOOOUCA pra ter uma dessas! Vão ser meus chamegos durante este ano, certeza! Daqui alguns dias eu posto sobre elas, sobre os cuidados e dicas para primeiro uso, além da diferença que elas fazem.

Infelizmente, como toda boa companhia aérea que se preze, uma delas chegou sem um pedaço:

Adeus Ano Velho, Feliz Ano Novo!

Tragédia

A tampa da panela de barro não aguentou o tranco e chegou partida. Como não dá pra colar barro, vou ter que usar a tampa da panela de ferro, quando necessário. Felizmente não foi a panela em si, só a tampa, e a gente dá uma de Mcgiver e dá um jeito.

Além dessas, eu me dei de presente uma outra coisinha:

Adeus Ano Velho, Feliz Ano Novo!

Frigideira de cerâmica <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3

Essa eu já estreei e a única pergunta que eu faço a vocês é: COMO RAIOS VOCÊS NUNCA ME FALARAM DELA ANTES?!?!?!?!?!?!??!?!?!!?

Gente, frigideira de cerâmica, além de ser amiga do ambiente, é muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito boa! Simples de usar, facílima de limpar, ela é revolucionária! Sério, eu nem acreditei quando lavei a primeira vez e pensei; ué, cadê o esfrega-esfrega???? Pro dia-a-dia, que eu não costumo usar óleo/azeite/manteiga no preparo (colega, não anda fácil pra ninguém) ela é maraaaaa, porque só a água não deixa a comida grudar, é muito boa! Sinceramente, recomendo com muito amor no coração.

Claro que meu maridinho pata de urso, zeloso e cuidadoso, conseguiu fazer um grude sem fim e de quebra ainda manchá-la, mas né? Ele é café-com-leite na cozinha e a gente deixa passar. No final dá tudo certo.

To pensando sinceramente em investir num kit de panelas de cerâmica pra usar no dia-a-dia e deixar as de teflon pra comidas mais elaboradjenhas.

Aliás, eu tenho um adendo pra fazer quanto a panelas de teflon: elas são muito boas, todo mundo sabe; mas há que se ter muito cuidado e usar objetos que não façam abrasão e não descasquem a bicha. Eu tenho um verdadeiro PAVOR quando vou comer a comida e reparo que a frigideira/panela em que fizeram ERA de teflon e agora é branca no fundo. Pra mim é um verdadeiro pânico, já pensou aquele teflon todo na nossa comida??

Certeza que bem não faz.

Então, se você não é uma pessoa cuidadosa ou não curte muito ter que se preocupar com esses meros ~detalhes~ a panela de cerâmica é pra você, caro colega!

Como se já não bastasse, o saco do Papai Noel trouxe ainda mais outra perdição:

Adeus Ano Velho, Feliz Ano Novo!

Amor em forma de doce

Doce de leite é vida e ai de quem disser o contrário que isso aqui não é uma democracia.

Minha cunhada trouxe um doce de leite mineiro, daqueles que ainda vem com uns grãozinhos de açúcar. Ainda não superei a ideia de que não posso comer um desse inteiro de uma vez só. :~~~~~~~~~~~~~~~~~

E ele ainda veio numa embalagem super fofa, ó só:

Adeus Ano Velho, Feliz Ano Novo!

É muita fofura!!!

Ai gente, fala sério, olha que mimo!!!

Pípou, espero muito que o 2014 de vocês tenha começado tão doce, animado e cheio de amor quanto o meu e que nós possamos continuar juntos na nossa cozinha.

Super beijo da Tia Stéfanie!

*As fotos são ordinárias mas são de coração.