Bacalhau com Broa e Batatas ao Murro

 

Bacalhau com Broa e Batatas ao Murro

Hoje a comida é portuguesa com certeza, ó pá!

Das melhores coisas de morar em Portugal, certamente é poder comer bacalhau sempre que quiser. Bateu a vontade, vai em qualquer mercadinho que lá vai ter o dito congelado, seco, demolhado, desfiado, até o feito pela Dona Joaquina.

Um dos ~bacalhaus~ mais gostosos que eu já comi na vida foi esse tal de bacalhau com broa. Tanto, que não sosseguei enquanto eu não reproduzi em casa, com direito a repetir até chegar ao ponto de meu estômago ganhar vida e gritar: expediente encerrado por tempo indeterminado!

A primeira vez que comi este prato foi no Porto, e desde então meu estômago de gordinha sempre se lembra com muita saudade dessa iguaria. Dentre as mais de 1000 maneiras de preparar bacalhau, esta é certamente das mais fáceis e mais gostosas!

Essa broa assadinha, embebida em azeite e temperadinha é uma das provas de que Dels existe e quando criou o mundo disse: VAI GORDINHA!

Porque amigue, essa receita é pra se jogar “DI CUM FORÇA”. Nada de comer um pedacinho que isso aqui não é mizerê não, é pra comer como se esse fosse o último bacalhau da semana santa.

Reserva o azeite em lata, descasca os dentes de alho balançando na panela durante 1 minuto, prepara o detergente pra tirar o cheiro de peixe e vem comigo que hoje a receita é 3 em 1

Ingredientes (pra família inteira, pode chegar)

Para o bacalhau

  • 1 lombo de bacalhau demolhado e sem pele por pessoa (meu marido comeu dois, então você quem sabe como #lhedar com seus esfomeados)
  • 300 ml azeite extra-virgem, aproximadamente (sim, isso tudo)
  • 1 cabeça de alho
  • pimenta preta moída na hora
  • ½ broa de milho esmigalhada grosseiramente com a mão*
  • 1 xic de salsinha picada
  • sal a gosto

* eu fiz em casa, mas pode comprar a pronta. Para quem quiser fazer (é muito fácil) vou passar a receita também.

Para as batatas ao murro

  • 150 g batatas pequenas e redondinhas por pessoa
  • 5 a 7 dentes de alho
  • 200 ml azeite extra-virgem
  • 1 talo de alecrim (não usei porque tenho marido em casa, se fosse pra mim teria usado)

Para a broa de milho

  • 2 xic farinha de milho
  • 1 xic farinha de trigo tipo 65
  • ½ col sopa fermento para pães seco
  • ½ col sopa açúcar
  • 1 col chá sal
  • 300 ml água morna tolerável ao toque (se aguentar 10 segundos com o dedo lá dentro, a temperatura está boa)

PRE-PARA

Broa de milho

  1. Misture todos os ingredientes secos em um bowl com as mãos. Faça um buraco no meio (tipo vulcão) e acrescente a água.
  2. Mexa tudo, até que a massa esteja homogênea (chega ao ponto muito rápido).
  3. Polvilhe farinha de milho por cima da massa e leve para crescer por 1 h em local escuro, quente e seco.
  4. Pré-aqueça o forno a 220º. Transfira a broa para uma bandeja polvilhada com farinha de milho que possa ir ao forno e espere mais meia hora.
  5. Leve para assar por 15 minutos ou até que esteja dourada.

Bacalhau com Broa

  1. Esmigalhe a broa (amanhecida de preferência) e acrescente 100 ml de azeite, salsinha picada, sal e pimenta preta a gosto. O azeite deve embeber a broa mas sem encharcar: se faltar, coloque mais azeite, se for muito, não coloque tudo. Reserve.
  2. Em uma vasilha (de preferência de barro mas eu não tenho e usei cerâmica), coloque os dentes de uma cabeça de alho inteira descascados e coloque o bacalhau por cima, de forma que o bacalhau tenha uma “cama” de dentes de alho. Deite 200 ml de azeite (não economiza no azeite não que isso é comida portuguesa, pá!!!) por cima do bicho e espere escorrer. Tempere o peixe com pimenta preta (e sal, caso queira, eu não coloco porque usei bacalhau dessalgado) e leve para assar por 15 minutos em forno ainda frio (coloque o bacalhau lá dentro e ligue o forno) a 220º.
  3. Após esse tempo, retire o bacalhau do forno, coloque a broa por cima e leve novamente ao forno por 10 a 15 minutos, até que a broa esteja dourada.

Batatas ao murro

  1. Em uma panela grande, coloque água e sal e as batatas.
  2. Leve ao fogo até que ferva e depois desligue o fogo, deixando as batatas lá dentro até que a água esfrie. Este procedimento fará com que as batatas cozinhem, mas ainda permaneçam firmes. Confirme que as batatas cozinharam mas com uma certa resistência (elas não devem estar muito molengas), atravessando um palito no meio.
  3. Retire as batatas da água e dê uma leve batidinha em cada uma para que fiquem com a característica de terem levado um murrinho HEHEHEHE
  4. Disponha as batatas em um refratário, adicione azeite e os dentes de alho (e o alecrim, caso use) e leve para assar a 220º por 20 a 25 minutos, ou até que estejam douradas.

Vai sobrar muito azeite no fundo dos refratários, não jogue fora!! Ele é perfeito para temperar comida ou usar normalmente para refogar alimentos, pois já vai estar com gostinho de alho e temperos.

Bacalhau com Broa e Batatas ao Murro

 

Bacalhau com Broa e Batatas ao Murro

Anúncios

Obrigada por seu comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s