Magret de Pato com Redução de Framboesas e Vinho do Porto

Magret de Pato com redução de Framboesas e vinho do Porto

Magret de Pato com redução de Framboesas e vinho do Porto

Eu sei, eu sei, eu sumi… Eu sou uma desnaturada…

Eu nem vou dar desculpas esfarrapadas porque né, o blog nunca ficou tanto tempo parado, não tem morte da bisavó pela quinta vez que justifique tamanha poeira nas teclas. Mas acreditem, eu não me esqueci daqui! Na verdade, passei apenas um período um tanto vagabundo, meio largada das panelas, fazendo o couscous marroquino pra me safar enquanto a inspiração não chegava… Mas como toda boa filha pródiga, eis-me aqui cheia de amor receitas pra dar.

Em minha defesa indefensável, eu comecei a trabalhar e durante os últimos dois meses o regime tem sido de 10 a 11 horas por dia. Ando morta feat. enterrada. Contudo, porém, todavia, entretanto, ultimamente meus horários estão voltando pouco a pouco ao ~normal~ e, com isso, voltarei a pensar em outra coisa que não seja minha fofa, macia e calorosa cama.

Para me redimir, trago hoje uma receitinha com cara de chique mas que é super fácil!

Magret de pato tem um nome chique, mas nada mais é do que o peito do pato. Passei no supermercado dia desses e, como se fossem pais no natal, estavam dando de presente umas promoções maravilhosas. Nessa, o kilo do pato estava por uma bagatela. Comprei o pato inteiro e cortei o peito, que resolvi fazer nesta receita magret. O resto do pato vai aparecendo por aqui aos poucos!

A ideia da redução de framboesas com vinho se deveu a outra maravilhosa promoção, que dava 50% de desconto nas bagas. Não é lindo quando o universo conspira a favor do seu bolso? #oremos

E ambas as receitas são nível sentar no pudim de facilidade. Olha que maravilha!

Ingredientes

Para o Magret:

  • 2 peitos de pato com pele
  • sal e pimenta do reino/preta a gosto

Para a Redução de Framboesas com Vinho do Porto

  • 2 col sopa manteiga
  • 1 cebola pequena picada em cubos bem pequenos
  • 120 ml de vinho do porto (ou qualquer vinho tinto)
  • 1 col sopa açúcar
  • pitada de pimenta branca
  • sal a gosto
  • 125 g framboesas frescas
  • 1 col sopa creme de balsâmico
  • folhas de tomilho frescas

PRE-PARA

O Magret:

  1. Faça cortes na pele do pato para que a gordura solte.
  2. Em uma frigideira fria, coloque os peitos do pato com a pele virada para baixo e ligue o fogo em temperatura média para alta. A gordura irá despreender da pele.
  3. Assim que a pele estiver bem dourada, vire o pato do outro lado. Para um pato ao ponto (como o meu) deixe por volta de 4 minutos. Para mal passado deixe 3 minutos e para bem passado deixe 6.
  4. Retire do fogo e espere 4 minutos. Depois deste tempo, corte a carne em pedaços.

A Redução:

  1. Em uma panela, coloque a cebola picada e a manteiga e ligue o fogo. Quando a cebola estiver dourada, acrescente o vinho e deixe reduzir pela metade.
  2. Neste momento, adicione os demais ingredientes e espere até que a framboesa se desfaça e a redução atinja a consistência desejada. Acerte o sal, ao final.
  3. Retire do fogo e disponha em cima do magret, já cortado.

Magret de Pato com redução de Framboesas e vinho do Porto

Maionese de Leite e Alho (sem ovos) e Molho Tártaro

Molhos para Hamburguer: Maionese de Leite e Alho (sem ovos) e Molho Tártaro

E não é que o jantar de aniversário do marido ainda tá rendendo posts??

Eu trabalhei que nem condenada nesse dia, Brazeeeeeeewwwwwwwwww!!!

Além do Pão de Hamburguer (receita aqui), Anéis de Cebola (onion rings – receita aqui), Batatas Rústicas (receita aqui) e o bolo campeão de Ganache de Chocolate (receita aqui), eu ainda fiz dois molhos para acompanhar a comilança.

Cara, cansei só de escrever.

Pois é, acontece que hamburguer sem molho, não é hamburguer. Quédizê. É, mas não rola a mesma emoção a cada dentada. Hamburguer seco não é coisa de Deus, vamos combinar.

Daí que sem querer ser muito original, resolvi fazer velhos aparecidos daqui de casa, só porque eles já são tão bons que não precisam de melhora.

Eu nunca, nunca, JAMÉ compro maionese pronta. Se tem uma coisa que eu curto é comer maionese caseira, que não tem segredo nenhum, é fácil, rápido e barato de fazer. E eu confio mais.

A propósito, essa maionese dura até uma semana na geladeira porque não leva ovo. Maionese com ovo eu aconselho comer no mesmo dia e não guardar, afinal, ovo cru e estragado pode dar um piriri homéééééricoooooo.

Ingredientes (1 porção)

Para a maionese de leite:

  • ½  xic leite
  • 1 dente de alho triturado
  • pitada de sal
  • suco de ½  limão (usei siciliano)
  • 1 a 2 xic de óleo (usei de girassol)

Para o molho tártaro:

  • 1 porção de maionese de leite sem alho
  • 1 col chá de mostarda dijon
  • ½ col chá de mostarda
  • ½ cebola média ralada
  • 1 col sopa de alcaparras picadas grosseiramente na faca
  • 2 col sopa picles picados em cubos bem pequenos
  • ½ col sopa salsinha bem picada
  • ½ col sopa de limão (usei siciliano)
  • pitada de sal e pimenta branca

PRE-PA-RA

Maionese:

  1. Misture todos os ingredientes, com exceção do óleo, no liquidificador e comece a bater.
  2. Pelo buraco da tampa, vá derramando um fio de óleo com o liquidificador funcionando e mexendo a mistura. Bata até que a mistura do leite comece a engrossar, até ficar com consistência de maionese. Dá para fazer na mão? Dá. Mas tem que bater bem e ininterruptamente até virar maionese. Se quiser uma aula de musculação grátis, fica a dica.
    Atenção: a quantidade de óleo é muito relativa, portanto, vá acrescentando até dar o ponto – que pode ser mais do que a quantidade recomendada. Quem falou que maionese era light?

Molho tártaro:

  1. Faça a maionese como explicado acima.
  2. Acrescente os demais ingredientes e misture bem.

 

Molhos para Hamburguer: Maionese de Leite e Alho (sem ovos) e Molho Tártaro

Molhos para Hamburguer: Maionese de Leite e Alho (sem ovos) e Molho Tártaro