Baguete Francesa

Baguete Francesa

 

Baguete Francesa

 

 

Quem não gosta de pão que atire a primeira pedra!

Ainda mais quando ele é delicioso, fofinho, feito em casa e ~comido~ ainda quentinho.

Muitas pessoas tem medo de fazer pão porque acham que é a coisa mais difícil do mundo. E se eu te falar que esse aqui nem de sova precisa? ALELUIAS DEUS É MAIS O DIABO É MENAS!!!!!

E para completar a lindeza dessa baguette, sabia que a receita original é vegana? #Comonãoamar?

O recheio fica por conta da sua imaginação, mas só te digo uma coisa: o céu é o limite.

Ingredientes (para 2 baguettes grandes ou 4 pequenas)

  • 1/4 col chá de fermento seco
  • 1 ½ xic água temperatura ambiente
  • 1 ½ col chá sal
  • 500 g farinha de trigo tipo 65
  • sementes de sésamo (opcional)

PRE-PARA

  1. Em vasilha de vidro, misture o fermento com a água até dissolver.
  2. Acrescente a farinha e o sal e misture com uma colher de pau até obter uma massa homogênea mas ainda pegajosa.
  3. Deixe descansar em local fresco, seco e escuro (deixei dentro do forno desligado) por 12 a 14 horas.
  4. Após o descanso não trabalhe mais a massa. Coloque-a em superfície levemente enfarinhada e faça um retângulo com a massa sem esticá-la, apenas pressionando para atingir o formato.
  5. Divida a massa em 2 ou 4 partes iguais.
  6. Estique cada porção para que atinja o tamanho desejado. Como eu parti a massa em duas, estiquei cada parte até que atingisse o tamanho da forma de assar.
  7. Após esticar até o tamanho desejado e com a massa na horizontal, dobre a parte de cima até o centro e com a parte da mão próxima do punho aperte para que a borda da massa grude no centro. Repita o processo com a parte de baixo da massa. Isto fará com que a massa fique em formato cilíndrico mas sem ar dentro.
  8. Se quiser colocar sementes de sésamo, molhe a superfície do pão com um pouco de água, somente o suficiente para umedecê-la, e espalhe as sementes. Eu acho mais prático colocar as sementes em um prato e passar a massa pelo prato, mas faça como achar melhor.
  9. Deixe descansando por mais 1 hora a 1h30 dentro do forno.
  10. Retire o pão do forno e aqueça-o na temperatura mais alta (no meu foi a 250º) por 15 minutos, até que esteja bem quente.
  11. Faça cortes na superfície da massa, pra ficar bonitinho.
  12. Borrife água por cima dos pães antes de levá-lo ao forno. Quando colocá-lo no forno, borrife água dentro do forno também. Isto fará com que a casca do pão fique durinha.
  13. Após 8 minutos de forno, abra a porta e borrife mais água dentro do forno.
  14. Deixe mais 8 minutos assando ou até que esteja dourado (total de 15 minutos assando).
  15. Espere esfriar para comer ou ele irá esfarelar.

Baguete Francesa

Mousse de Chocolate com Pedaços de Chocolate

Mousse de Chocolate com Pedaços de Chocolate

Óia o bullying em plena terça-feira!

Mas a vida é assim mesmo, cheia de gordices que a gente come e depois morre de correr na esteira pra ver se queima mais o peso na consciência do que as calorias.

Mousse de Chocolate com Pedaços de Chocolate

Mousse de Chocolate com Pedaços de Chocolate

C’est la vie.

Mas pra adoçar a vida que anda um tanto quanto amarga, trouxe uma receita que não apenas é campeã, como é CAMPEÃ DAS CAMPEÃS: Mousse de Chocolate com pedaços de chocolate.

De morrer, neam?

Gostaria apenas de deixar claro que mousse de chocolate sem bolinhas no meio não é mousse de chocolate, é Danete. Mas pra fazer essa textura DIVINA, não dá trabalho, believe me. É ~mamão com açúcar~ demoooooooooooooooooooois.

 

Ingredientes (para 4 chocólatras)

  • 200 g chocolate culinário em barra (não é chocolate ao leite, na falta de chocolate culinário use chocolate meio-amargo) + 50 g chocolate picado em pedaços pequenos.
  • 4 ovos, claras e gemas separadas
  • 3 col sopa cheias de açúcar
  • 1/3 col chá de essência de baunilha
  • 1 col sopa cacau em pó
  • 200 ml natas (no Brasil é creme de leite fresco)

PRE-PARA

  1. Em banho-maria, derreta o chocolate em barra. Quando estiver derretido, com o chocolate ainda em banho-maria, acrescente as natas e misture bem até que tudo esteja bem derretido.
  2. Em uma vasilha, bata as gemas com o açúcar até que vire um creme esbranquiçado. Misture a essência de baunilha e o chocolate em pó e misture mais. Combine este creme ao chocolate em barra derretido com as natas. Acrescente os pedaços de chocolate picados à massa.
  3. Em outra vasilha, bata as claras em neve até que estejam firmes.
  4. Muito delicadamente, em movimentos de baixo para cima, combine as claras ao creme de chocolate, até que esteja bem misturado. Cuidado para não tirar todo o ar da massa.
  5. Leve para gelar até que esteja firme ou por no mínimo 2 horas.

Mousse de Chocolate com Pedaços de Chocolate

Ratatouille (Tian Provençal)

Ratatouille

Olha que coisa máááár linda, gente!

Se você tem uma criança em casa ou dentro de você, certamente saberá quem é Remy.

Ratatouille

Say Hello to my little friend!

Eu tenho o mais absoluto PAVOR de ratos, mas confesso que com o Remy rola uma identificaçãozinha. :~~ Ele é tão bonitinho, ama queijo e sabe cozinhar, como, ME EXPLICA, COMO NÃO AMAR??????????

Eu até deixaria ele fazer crepes pra mim #aloka

Mas enfim, ontem rolou comidinha vegan aqui em casa e eu precisava de um acompanhamento BBB = bom, bonito e barato. O Ratatouille preenchia todas as fichas do meu coração, então foi ele mesmo.

Reza a lenda que o nome desse prato é na verdade Tian Provençal. A diferença de Ratatouille pro Tian é o corte dos legumes: no Tian eles são cortados em fatias enquanto no Ratatouille eles são cortados em cubos, de resto É TUDO A MEMA COISA. Então vou continuar chamando de Ratatouille que é ~már bunitu~”

A combinação de ingredientes é muito simples, mas caso você não tenha uma mandolina em casa, PRE-PA-RA pra treinar as habilidades com a faca, porque tem que cortar tudo fino, amigue!

De resto, o prato demora sim pra cortar-montar-assar, então se você estiver com fome e quiser comer, tipassim, PRA JÁ, nem inventa.

Dica de amygah: Já pensou servir ele como antepasto num jantarzinho, com torradinhas? ~Razei~.

Ingredientes (para muitos pedreiros)

  • 1 xíc de molho de tomate pronto (eu não tinha tempo pra fazer meu próprio, mas se você tiver, muito melhor!)
  • 3 dentes de alho (eu amo alho, mas pode diminuir a quantidade, caso não goste tanto)
  • 4 col sopa de azeite
  • 1 berinjela cortada em fatias finas
  • 1 courgette (no BR dá pra usar abobrinha) cortada em fatias finas
  • 3 tomates cortados em fatias finas
  • 1 cebola roxa cortada em fatias finas
  • 2 pimentões vermelhos cortados em fatias finas
  • 1 pimentão verde cortado em fatias finas
  • sal e pimenta do reino a gosto
  • ervas de provence a gosto

PRE-PA-RA

  1. Pré-aqueça o forno a 200º.
  2. Em uma panela, aqueça duas col de sopa de azeite e refogue o alho. Acrescente o molho de tomate e refogue.
  3. Corte os legumes mas não os misture, deixe cada um em um prato diferente e tempere com sal e pimenta.
  4. Agora você tem que ser muito rápida, pois o sal desidrata os legumes e os faz soltar água:
  5. Forre uma travessa com o molho e, por cima, coloque os legumes em fatias em uma ordem padrão. Eu fiz a minha assim: berinjela, courgette, tomate, pimentão e cebola.
  6. Vá colocando os legumes ordenados um na frente do outro ao redor da travessa, criando um desenho bonito.
  7. Finalize com mais duas colheres de sopa de azeite por cima dos legumes, ervas de provence, sal e pimenta.
  8. Cubra com papel alumínio e leve ao forno por 45 minutos.
  9. Retire o papel alumínio e deixe assando por no mínimo mais 15 minutos.
  10. Sirva a seguir.

Ratatouille

Ratatouille

 

Chocolate Fondant AKA Petit Gateau

Chocolate Fondant AKA Petit Gateau

Esse sim agrega valor ao camarote!

Eu não presto, isso eu já sei. Mas hoje é segunda e a gente MERECE ao menos sonhar com o chocolate do fim de semana, né não?

Eu sou tarada por petit gateau/fondant. Aliás, esclarecendo já a ~polêmica~, petit gateau é como ele é conhecido no Brasil, mas nem é o nome original. O nome certo é Fondant. #TiaStéfanietambémécultura

Mas eu devo ser sincera, o bichinho é marrento sim. Se você acertar de primeira, você é um gênio. Eu só consegui o ponto da foto na segunda vez que eu fiz. O negócio é que o tempo de assar muda de forno para forno, e você não tem como fazer o teste do palito. O negócio é no olhômetro e na reza braba, amigues.

Fora isso, a receita não poderia ser mais básica. Nada que você já não tenha na sua despensa. :)

Importante ressaltar: minha forminha de fondant tem 9 cm de diâmetro.”

Bora pra receita?

Ingredientes (para dois bolinhos)

  • 75 g manteiga (eu gosto de usar com sal, pois o sal é um realçador de sabor) + extra para untar as forminhas
  • 100 g chocolate culinário
  • 1 ovo + 1 gema
  • 50 g açúcar
  • 2 col sopa (15g) de farinha de trigo (caso você dobre a receita, use 25 g de farinha)
  • 2 col sopa chocolate/cacau em pó

PRE-PARA!

  1. Unte duas forminhas de fondant com manteiga e chocolate em pó. Não economize, pra não correr o risco do seu bolinho grudar!
  2. Pré-aqueça o forno a 180º por no mínimo 10 minutos.
  3. Em banho-maria, derreta o chocolate com a manteiga. Retire da água e deixe esfriar por cinco minutos.
  4. Em um bowl, misture os ovos e o açúcar e bata muito bem por alguns minutos. Adicione a farinha e misture mais.
  5. Adicione o chocolate à farinha, 1/3 de cada vez.
  6. Preencha as forminhas com a massa e leve para assar por 15-25 minutos. Como eu disse, agarra na mão de Deus e vai, porque é difícil especificar um tempo certo. :((
  7. Após retirar do forno, espere dois minutos antes de desenformar, para evitar que o fondant desmorone.
  8. Eu servi com Sorvete de Nutella, que meu marido disse que ficou IDÊNTICO ao sorvete Chicabon, que eu não lembro do gosto, sinceramente. À base de natas/creme de leite fresco que eu já ensinei aqui, acrescente aproximadamente 15 col sopa de Nutella. Sim, vai tudo isso. Leve para gelar por 12 horas, mínimo.
Chocolate Fondant AKA Petit Gateau

Deus em forma de bolinho com o centro derretido.

Salada Niçoise

Hola, que tal? Como foi o findi?

O meu foi bem tranquilo, na verdade.

O problema é a segunda:

Godfather

O Poderoso Chefão não curte segundas….

Sábado acordei cedo COMO SEMPRE pra ir à academia. Excepcionalmente neste sábado a aula não foi com o professor matador, então eu estou inteira, obrigada.

O outono definitivamente já deu as caras por aqui. Choveu praticamente o fim-de-semana inteiro.

Aguaceiros

Aguaceiros o fim-de-semana todo.

E chuva pede cobertor, chocolate-quente AND aconchego, né não?

Final da tarde do sábado fui bater perna com moms e adquiri uma moldura pra alojar meu poster há muito tempo encostado, só esperando sua hora chegar.

Por favor, eu quero as boas-vindas pro mais novo integrante da cozinha:

Quadro

Muito amor pra um quadro só! S2 S2

Esse quadrinho eu comprei quando ainda morava no Brazil. Trouxe pra cá e finalmente ele ganhou o lugarzinho dele, não é muito fofo, gentem? NUM GUENTO!!!!

Fora isso, a única emoção forte foi o episódio final de Breaking Bad. Alguém aí assiste/curte/odeia? Assisti o último episódio com muita dó, e agora to órfã. Quero mais 10 temporadas!!! Não existe justiça no mundooooooooo!!! :~~~~ #fãxiita

De comida, que é o que realmente interessa por aqui, teve bastante. Coisa pheeeeeeeeeeeeeeeena! Achei salmão fresco a preço de peito de frango, e É LÓGICO que eu trouxe pra casa. Aproveitei e fiz um Tartare de Salmão, que vou postar a receita durante a semana. Teve também pão e bolo gelado de coco. #muitasemoções

Mas hoje vou postar a receita que me fez ganhar o dia.

Vocês sabem que eu sou #aloka da salada, neam? Além de inventar muitas, AMO fazer as combinações clássicas. E o almoço de sábado foi de uma combinação super clássica, old, but gold: Salada Niçoise.

Como o nome não nega, essa salada é originária da França. A salada possui diveeeeeeeeeeeeeeersas combinações, portanto eu não sei realmente qual é a original. Tem gente que coloca batata, outros colocam queijos, eu prefiro me ater aos ingredientes que coloquei na minha.

Salada Niçoise

Bora pra receita?

Ingredientes

  • 2 folhas de alface americana, 2 folhas de alface roxa e punhado de folhas de rúcula – OU AS FOLHAS QUE TIVER EM CASA, DA SUA PREFERÊNCIA
  • 1 chalota roxa cortada em rodelas
  • 1/2 lata de atum
  • 1 lata de 29 g de anchovas
  • 10 azeitonas pretas
  • 1 ovo
  • 1 tomate
  • 100 g vagem (eu usei congelada)
  • folhinhas de dill (também conhecido como endro ou aneto) para decorar – FIRULA
  • molho de mostarda e mel (receita aqui)

PRE-PÁRA!

  1. Coloque água para ferver. Assim que levantar fervura, coloque o ovo para cozer por exatos 8 minutos. Passado o tempo, retire do fogo, passe por água corrente fria e retire a casca imediatamente. Corte-os em quatro e reserve.
  2. Em uma panela, coloque as vagens congeladas e leve ao fogo até que a água derreta. Não é necessário acrescentar mais água. Assim que estiverem al dente passe por água corrente para interromper o cozimento. Escorra o excesso e reserve.
  3. Em uma travessa, faça uma cama com as folhas verdes escolhidas. Coloque o tomate picado, as anchovas com o óleo devidamente escorrido, as azeitonas, o atum e a cebola.
  4. Coloque por cima a vagem já escorrida e finalize com os ovos e as folhinhas de dill.
  5. Tempere com molho de mostarda e mel no momento em que for comer.

Mais nada, tia Stéfanie? Mais nada. #Qué #Di #Zê uma taça de vinho vai bem, neam… :D

Diga lá se essa combinação não fica lheeeeeeeenda? :~~

Salada Niçoise

Salada Niçoise