Arancini (Arancino)

Arancini  (Arancino)

Arancini  (Arancino)

Este post inicialmente deveria ter ido ao ar na segunda pois é uma bela-maravilhosa-mais-que-tudo opção para a #Segundasemcarne. Como não foi possível por motivos de: estava muito ocupada no sábado bebendo, no domingo assistindo filmes e na segunda estudando, ele vai ao ar hoje, porque a gente atrasa mas faz.

A propósito, como anda a vida de vocês? A minha, como sempre, de pernas pro ar. Muita coisa pra fazer, pouco tempo pra executar, o que acaba com que eu me torne QUEEN MOTHER da procrastinação. Sou só eu quem sinto que o dia deveria ter 48 horas? To achando uma baita sacanagem esse negócio de dia com 24 horas. Até porque (CRUZES!) já estamos em JUNHO!!

Arancini  (Arancino)

Parem o mundo que eu quero descer!!!

Enquanto o ano não acaba, algo que irá acontecer tipo AMANHÃ, a gente faz o que pode pra comer comida boa. E arancini, amigue, é tipo a receita que prova que tudo que é bom tem como ficar melhor SIMMMMMMMMMMMMMMMMM!

Lembram da receita de Risoto de Aspargos que fiz para acompanhar o Magret de Pato? Pois é, o risoto que sobrou, virou arancini! Não deu nem pra ter trabalho.

Além de fácil de fazer, é ainda uma excelente alternativa pra usar o arroz que sobrou, uma vez que risoto requentado deveria ser proibido por lei CADÊ DEPUTADOS PRA FAZEREM UMA LEI QUE PRESTE????

Ingredientes (rende 8 unidades grandes)

  • 2 xic de risoto (qualquer um)
  • salsinha picada
  • 1 ovo
  • 4 col sopa parmesão ralado
  • sal e pimenta do reino (pimenta preta) a gosto
  • 1/2 xic farinha de rosca (pão ralado)
  • cubos de mozzarela de búfala ou mozzarela normal

Para empanar:

  • 1 ovo batido
  • q.b. farinha de rosca (pão ralado)
  • óleo

PRE-PARA

  1. Aqueça o óleo a uma temperatura média para alta (aproximadamente 160º).
  2. Em uma tigela, misture todos os ingredientes do arancini, com exceção da mozzarela. Faça bolinhas do tamanho de bolas de golge, pressione com o dedo no meio até fazer um buraco, coloque o cubo de mozzarela e feche.
  3. Repita o processo até acabar com a massa.
  4. Passe as bolinhas de arancini no ovo batido, depois na farinha de rosca e frite.

Arancini  (Arancino)

Anúncios

Risoto de Aspargos

Risoto de Aspargos

Risoto de Aspargos

Promessa é dívida, e como eu sou uma pessoa que detesta dever, aí vai a receita de Risoto de Aspargos que acompanhou o Magret de Pato.

Este é um risoto que tem um sabor muito, muuuuuito leve. E era justamente isso que eu queria! O Pato já tem sabor muito forte, o molho de framboesas também, queria algo que equilibrasse os sabores e neutralizasse tudo aquilo, nada que acrescentasse ainda mais sabores fortes ao prato.

Este Risoto tem uns ~pulos do gato~, mas nada de difícil! É só seguir a tia Stéfanie que tudo dá certo,

Antes de começar a preparar seu Risoto, eu sugiro que você leia esse post aqui, da minha miguxa Adriana Mannarino, autora do blog La Quichetarte, com ótimas e infalíveis dicas pro seu Risoto sair perfeito.

Ingredientes

  • 2 xic de arroz arbóreo
  • 6 col sopa manteiga
  • 1 cebola pequena picada
  • 1,5 l caldo de vegetais
  • 100 ml vinho branco
  • 250 g aspargos
  • sal e pimenta a gosto
  • 1 col sopa queijo mascarpone
  • queijo parmesão ralado na hora
  • fio de azeite trufado para finalizar

PRE-PARA

  1. Corte as pontas brancas dos aspargos e descarte (são fibrosas). Corte os talos em pedaços pequenos, deixando a parte da cabeça do aspargo intacta.
  2. Caso você opte por fazer o caldo de legumes, ferva durante meia hora 2,5 litros de água com os vegetais de sua preferência (que tiver na geladeira) com ervas aromáticas, sal e pimenta. Ao fim do tempo você deverá ter aproximadamente 1,5 l de caldo.
  3. Em uma frigideira grande, coloque 4 col sopa de manteiga e a cebola e ligue o fogo. Quando a cebola estiver transparente, acrescente o arroz e, em seguida, o vinho branco. Espere o álcool evaporar.
  4. Agora, aos poucos, acrescente duas conchas de caldo ao arroz e espere evaporar. Repita o processo até que o arroz esteja cozido. Quando o arroz estiver já quase cozido, adicione os aspargos, para que eles fiquem al dente.
  5. Para finalizar, adicione 2 col sopa de manteiga, o queijo mascarpone, 2 col sopa de parmesão ralado e acerte o sal e a pimenta.
  6. Disponha no prato e coloque mais queijo parmesão por cima. Sirva imediatamente.

Risoto de Aspargos

Risoto de Pesto Genovês

Risoto de Pesto Genovês

Como é o nome mesmo da comida que une uma coisa deliciosa com outra coisa deliciosa? Ah, isso mesmo, PARAÍSO.

Por pouco meu marido não se depara com uma cena nada romântica:

Risoto de Pesto Genovês

Mas sim, sobrou pra ele. Eu sou ogra mas tento manter a compostura.

Esta receita é muito simples, sem grandes truques, ideal para aquele domingo da preguiça mas que a gente não quer comer lasanha congelada (que, na boa, não é de Deus). Ela é quase tão simples que nem vale o post, mas como eu sou sem-vergonha e como a zoeira não tem limites, vou passar.

 

Ingredientes (para 2 pedreiros ou 3 pessoas normais)

  • Pesto Genovês (quantidade duplicada)
  • 2 col sopa manteiga
  • 1 col sopa azeite
  • 1 cebola média picada em cubos pequenos
  • 1 ½ xic arroz arbóreo
  • 1 xic vinho branco
  • 1 litro caldo de vegetais
  • queijo grana padano ralado ou parmesão na hora a gosto

PRE-PARA

  1. Ferva o caldo de vegetais.
  2. Em uma frigideira grande, aqueça a manteiga e o azeite e refogue a cebola até que esteja transparente.
  3. Acrescente o arroz e refogue por 1 min. Adicione o vinho branco e espere evaporar.
  4. Agora vá acrescentando 2 conchas de caldo por vez, sempre esperando que o caldo seque para acrescentar mais. Repita o processo até que o arroz esteja completamente cozido.
  5. Quando a última concha de caldo estiver secando, acrescente o pesto e acerte o sal. Cuidado para não salgar demais, pois ainda será colocado queijo (parmesão ou grana padano) ralado, que é bem salgado.
  6. Sirva imediatamente.

Risoto de Pesto Genovês

Brusqueta (Bruschetta) Clássica e “Tudo depende da consciência das pessoas”

 

Brusqueta Clássica

Itália, TCHIAMU!

Vamos falar de coisa boa? Vamos falar de brusqueta? SE VOCÊ LEU OUTRA COISA, VOCÊ TÁ NO BLOG ERRADO.

Como tradicionalmente já temos feito por aqui, durante a Segunda Sem Carne o post é de receitas veganas ou vegetarianas. E se tem uma receita vegetariana que eu AMO é a brusqueta clássica. A combinação de tomate, azeite, queijo e manjericão é simplesmente genial! Quem resolveu pensar que dava certo…

36545-olha-ta-de-parabens-diapo-1

ô trem bão!!!!

E já que estamos falando da Segunda Sem Carne, como já contei aqui, semana passada eu estive no evento do Dia Mundial da Alimentação organizado pela FAO em parceria com a Calouste Gulbenkian, para discutir o combate ao desperdício. Tive a oportunidade de conversar com o representante da FAO em Portugal, Hélder Muteia, que também já atuou no Brasil por três anos.

Na entrevista, questionei o representante principalmente sobre a questão da pecuária e seus efeitos degradantes ao meio ambiente, aos ecossistemas e até mesmo à saúde (sem falar nos maus-tratos aos animais). O diretor me respondeu que, para atingirmos o equilíbrio do ecossistema, é sim preciso que toda a sociedade consuma de forma mais consciente e altere seus padrões de consumo: “É necessário evitar excessos e revisitar todos os sistemas para sermos mais eficientes e sustentáveis”, comenta. Ainda de acordo com Muteia, esta mudança é sim possível, e como exemplo deu o Reino Unido, que em poucos anos, reduziu drasticamente seu desperdício: “Devemos trabalhar para despertar as consciências. As pessoas estão no comando de tudo, tudo depende da consciência das pessoas.”, pondera.

Realmente, tudo depende da consciência das pessoas. Se eu e você decidirmos que está na hora de mudar o mundo, de mudar as políticas e de mudar a fome, a miséria e o desperdício, ninguém poderá nos impedir. A mudança somos eu e você, colegue!

E para incentivar a diminuição do consumo de carne, vou postar uma receita que NÃO TEM como ser melhor. A clássica brusqueta!

Ingredientes (para 2)

  • 2 pães inteiros ou 4 fatias do pão de sua preferência (eu não lembro o nome do pão que eu usei, sorry :[ )
  • 1 dente de alho descascado
  • 5 tomates picados em cubos
  • 150g mozzarella cortada em cubos ou qualquer outro queijo amanteigado
  • 150 ml azeite extra-virgem DO BOM
  • folhas de manjericão para decorar
  • sal a gosto

PRE-PARA

  1. Em uma tigela, misture o tomate com o queijo. Só tempere com sal na hora em que for montar a brusqueta e servi-la, pois o sal fará com que o tomate solte água.
  2. Grelhe levemente uma das superfícies dos pães, para que eles dêem uma leve tostada mas não cheguem a torrar. Eu fiz na boca do fogão por que não quis esquentar um forno inteiro só para isso.
  3. Esfregue em toda a superfície do pão o dente de alho.
  4. Agora, capriche no azeite. Molhe bem os pães com essa maravilha divina.
  5. Disponha os tomates com queijo já temperados. Capriche na quantidade!
  6. Coloque mais azeite por cima dos tomates para temperá-los.
  7. Coloque folhinhas de manjericão (em duas brusquetas eu fiz um teste e coloquei folhas de orégano frescas, mas não tem nem comparação! Com manjericão fica mil vezes melhor).
  8. Sirva imediatamente.

Brusqueta Clássica

 

Brusqueta Clássica

 

Antepasto de Berinjela

Antepasto de Berinjela

Que berinjela é vida, todo mundo sabe. E se você não sabe, pode tratar de saber. Uma das verdura (?) mais versáteis que existe, além de muito nutritiva ela é pau pra toda obra.

A beri sempre dá o ar da sua graça por aqui, tamanho o amor que temos por ela aqui em casa. Ela é uma fofa! E como apesar de escrava da dissertação eu não largo da sexta-feira do happy hour, aí vai uma receitinha que combina maravilhosamente bem com aquela cerva bem gelada, que aqui a gente não brinca em serviço não!

Sexta-feira é sagrada, na minha religião. Não, pera…

Ingredientes

  • 1 berinjela grande ou duas pequenas
  • 1 cebola grande (tanto faz se for a roxa ou a normal)
  • 250 g tomate-cereja
  • 5 dentes de alho cortados em fatias finas
  • ½ a ¾ de xic de azeite (depende do quanto você gostar de azeite em antepastos, eu usei ¾)
  • 2 col sopa vinagre branco (usei de arroz)
  • 2 col sopa vinagre balsâmico
  • ½ col sopa orégano seco
  • 1 col chá tomilho seco (ou outra erva de sua preferência, como alecrim, tomilho
  • 1 col chá sal
  • 1 ½ col sopa açúcar (para uma versão mais light – ou menos gorda – eu usei a mesma quantidade de adoçante culinário e deu super certo)

PRE-PARA

  1. Pré-aqueça o forno a 180º.
  2. Em uma assadeira, coloque metade do azeite. Coloque alho, tomate cortado ao meio e berinjela e cebola cortados em cubos. Tempere com os vinagres, as ervas secas, sal e açúcar.
  3. Leve para assar por aproximadamente 30 minutos, abra o forno, mexa, prove o tempero e acerte o sal caso necessário e volte a assar por mais 30 minutos.
  4. Coloque em uma torrada e seja MUITO feliz.

Antepasto de Berinjela