Feliz 2016 e uma Pá de Porco assada lentamente acompanhada por Batatas e Maionese temperada com mix de Mostardas

Feliz 2016

Nunca é tarde para desejar Feliz Ano Novo, não é meishmo?

Ainda mais para mim, que ando tão ausente deste singelo e humilde blog. A verdade é que eu não estava cozinhando nada que eu considerasse dygno para postar aqui. Sabe como é, a gente tem que manter o mínimo de nível!

Mas eis que, milagres existem eu e marido resolvemos ir para a cozinha pra preparar uma receita que vimos em um programa do nosso muso Gordon Ramsay. Fizemos a versão com o que lembrávamos dos ingredientes (e também com o que tínhamos disponível) e saiu essa carne deliciosa, suculenta e muito, muito macia. E o melhor – feita com uma parte do porco super barata. To comendo carne assada até agora!

Gostaria de pedir desculpas já de antemão pela qualidade ordinárias das fotos, mas a máquina não estava disponível no momento e tive que fotografar com o celular. Sorry.

Pá de Porco Assada acompanhado por Batatas e Maionese de Mostarda

Ingredientes

  • peça de pá de porco de aproximadamente 2 kg (com osso)
  • sal e pimenta do reino a gosto
  • 1 col sopa bem cheia de páprica (pimentão doce) defumada – eu não tinha e usei uma mistura de sal defumado e páprica
  • 1 col sopa rasa de açúucar mascavo
  • folhas de tomilho
  • 3 dentes de alho amassados
  • 1/3 xic azeite
  • sal e pimenta preta
  • 3 ou 4 cebolas grandes cortadas ao meio

PRE-PARA

  1. Faça uma marinada com a páprica e o sal defumado (ou a páprica defumada), o açúcar, sal, pimenta, folhas de tomilho, alho e azeite. Bezunte a carne e deixe-a marinando de um dia para o outro.
  2. Unte uma forma com azeite, disponhas as cebolas, talos de tomilho e a carne por cima. Leve para assar por 5 a 6 horas, a 150º.
  3. Quando faltar uma hora para a carne ficar pronta, coloque batatas temperadas com sal na forma da carne e deixe assando juntamente.

Para a maionese de mostardas:

  • 1 ovo
  • 1/2 col sopa de suco de limão
  • sal
  • óleo q.b
  • 1/4 col chá de mostarda dijon
  • 1/2 col chá de mostarda l’ancienne
  • 1/4 col chá de mostarda
  1. Faça uma maionese, colocando no liquidificador o ovo, o sal e o limão. Aos poucos, em fio, vá adicionando o óleo, até que tudo emulsione.
  2. Acerte o sal e adicione as mostardas. Prontinho!

Pá de Porco Assada acompanhado por Batatas e Maionese de Mostarda

Anúncios

Barriga de Porco Assada do Gordon Ramsay

Barriga de Porco

Fumacinha da maldade

 

Depois de passar a semana inteira na ~penura~ da dieta, o domingo é o dia da liberdade. Vai dizer que a gente não merece uma recompensa por toda a fome passada?

E se é pra enfiar o pé na jaca, a gente tem que enfiar até o joelho e com estilo! E melhor ainda se esse estilo todo for uma delícia e der trabalho quase zero.

Uma das melhores formas de fazer comida sem ter trabalho é deixar o forno fazer o trabalho por você, afinal, pra que toda essa tecnologia se não for pra ficar de pernas pro ar em pleno domingo? E carne, meus amigues, carne não deve ser feita com muita firula.

Aliás, um dos maiores crimes cometidos pela humanidade é quando um animal morre em vão por um prato ruim. Se é pra comer a carne que ela ao menos não seja seca, nem salgada nem insossa! Unindo o útil ao agradável, lembrei de uma vez que vi o muso Gordon fazendo barriga de porco desse jeito, em algum episódio de algum programa que não lembro mais qual. Não sei, só sei que foi assim, e devo dizer: que bela lembrança!!! A carne fica muito suculenta e extremamente saborosa.

Gordon, TCHIAMU! Beijo me liga!!

Pra acompanhar, fiz um purê de batata-doce (durante a semana eu passo a receita porque ela foi sucesso total e absoluto aqui em casa), salada de folhas verdes com tomate-cereja e rabanete temperada com azeite, limão, sal e pimenta preta AND um molho com o suco da própria carne. #epicwin

Ingredientes

  • 1 peça de barriga de porco (em Portugal chama-se entremeada)
  • 1 cabeça de alho
  • ramos de tomilho fresco
  • 400 ml vinho branco
  • sal e pimenta preta a gosto
  • azeite a gosto

PRE-PARA

  1. Aqueça o forno a 220º.
  2. Faça cortes na pele do porco e tempere generosamente com sal grosso, pimenta preta e azeite. Besunte e massageie a carne dos dois lados.
  3. Corte a cabeça de alho ao meio, no sentido horizontal (tipo assim)
  4. Em uma bandeja, coloque as metades do alho, os ramos de tomilho e o vinho. Por cima do alho e tomilho, coloque a peça de carne com a pele virada para cima.
  5. Cubra com papel alumínio e leve para assar por 2h30. Cuidado para que o vinho não seque completamente. Se isso acontecer, acrescente mais.
  6. Após esse tempo, retire o papel alumínio e deixe assar por aproximadamente  15 minutos ou até a pele dourar e ficar durinha, meio estaladiça.
  7. Sirva a seguir.

Barriga de Porco

Yakisoba: versão vegetariana e versão com carne de porco

Yakisoba: versão vegetariana e versão com carne de porco

Yakisoba: versão vegetariana e versão com carne de porco

To numa preguiça de postar hoje que olha, vou te contar… é muito amor mesmo por esse blog.

E aí, como foi o findi?

Sexta passada eu e marido íamos pra uma despedida de uns amigos. Infelizmente acabou não dando então resolvemos fazer nosso happy hour aqui em casa mesmo.

Yakisoba: versão vegana e versão com carne de porco

Marido pediu guaca mole e eu, como boa e prestativa esposa que sou, fiz a bendita. Aproveitei e fiz linguiças adocicadas também, que há anos não rolavam por aqui. Pra completar tostei um pão no forno, só pra dar aquela douradinha e cabou-se.

Não é porque eu gosto de cozinhar que vou ficar horas todos os dias esquentando a barriga no fogão. A gente cozinha mas não é escrava.

E pra completar, teve os maravilhosos vinhos. Na dúvida entre qual dos dois íamos beber, acabamos bebendo os dois, porque nessa casa é contra nossa religião desperdiçar álcool.

O ~pobrema~ é que se tivesse a terceira garrafa ela teria ido também. #AApraQueTeQuero

Mas foi uma boa noite. A gente tem que aproveitar enquanto não vem pirralhos, neam?

Sobre o Yakisoba, vou explicar porque existem duas versões dele. Bom, hoje é Segunda Sem Carne e eu comprei um tofu BBB ontem já pensando em usá-lo hoje. Só que, marido não curte tofu. Na realidade eu acho que ele nunca provou, mas sabe como é criança, né. Não conhece mas diz que não gosta.

Daí, como eu tinha que pensar em um prato que desse pra usar tanto tofu quanto carne de porco, eu pensei no Yakisoba! O processo todo foi mais demorado porque tive que fazer duas coisas ao mesmo tempo (tofu e carne de porco) e não pude fazer misturado, como gostaria. Caso você opte por uma das versões e faça ou a carne ou o tofu juntamente com os vegetais, ficará muito mais gostoso.

O ideal para fazer este prato é ter uma wok. Mas quem não tem cão caça com gato e a gente faz na frigideira mesmo. :D

Ingredientes

  • 60 g de tofu do tipo rijo mas que não é totalmente duro cortado em cubos grandes OU
  • 2 bifanas (que aqui em PT é bife de porco) cortadas em tiras
  • 6 col sopa óleo de gergelim
  • ½ cebola grande picada em pedaços grandes
  • 2 dentes de alho
  • ½ cenoura picada à julienne (tiras finas)
  • ½ maço de brócolis cozidos
  • 3 cogumelos frescos picados
  • ½ pimentão vermelho picado em cubos grandes
  • 100 g de macarrão tipo meada (o macarrão chinês é melhor, mas eu não tinha) *lembrando que para uma versão vegan o macarrão não pode conter ovo
  • ½ xíc shoyu (mas eu usei pouco, para ter uma versão com menos sódio; você pode acrescentar mais)
  • sal e pimenta preta moídos na hora a gosto
  • pitada de alho em pó
  • ½ pimenta malagueta picada (opcional, usei só no meu)
  • 1 cebolinha picada
  • gergelim para finalizar

PRE-PARA

Como preparar yakisoba com tofu:

  1. Coloque o macarrão pra cozer em água e sal.
  2. Em uma frigideira, aqueça duas colheres de sopa de óleo de gergelim e coloque o tofu. Tempere com shoyu, pimenta preta e alho em pó. Deixe dourar de todos os lados e reserve, pois o tofu desmancha facilmente e deve ser retirado do fogo durante o restante do processo.
  3. Acrescente mais 2 col sopa de óleo e refogue cebola e alho. A seguir, acrescente a cenoura e tempere com 2 col sopa de shoyu e pimenta preta. Acerte o sal e acrescente o brócolis. Coloque mais 2 col sopa shoyu e refogue por alguns minutos, até incorporar sabor.
  4. Agora, acrescente o pimentão e espere murchar um pouco, o que não demora muito (coisa de 3 minutos). Por fim, sempre mexendo, misture os cogumelos e mexa até que eles também murchem. Por fim, misture o macarrão e volte o tofu, misturando. Acerte o sal, acrescente mais 3 col sopa de shoyu e pimenta preta.
  5. No prato, finalize com malagueta picada, cebolinha e gergelim.

Como prepara yakisoba com carne de porco:

  1. Coloque o macarrão pra cozer em água e sal.
  2. Em uma frigideira, aqueça duas colheres de sopa de óleo de gergelim e frite a carne. Tempere com 2 col sopa de shoyu, pimenta preta e alho em pó. Frite até dourar.
  3. Sem tirar a carne da panela, repita o processo a partir do passo 3.

Pra ser bem, bem, bem sincera, eu teria que ter usado mais shoyu, mas marido tem tendência a ter pressão alta e por isso eu não curto exagerar no sal. Mas caso queira, acrescente mais e, pro líquido ficar grossinho, é só dissolver 1 col sopa de maizena em um pouco de shoyu, misturar no molho e mandar ver. ;)

Yakisoba: versão vegetariana e versão com carne de porco

Yakisoba: versão vegetariana e versão com carne de porco

 

 

Mini-Linguiças Adocicadas

Mini-Linguiças Adocicadas

 

Sexta a noite é o dia oficial do happy hour. Então, eu invento petiscos pra comer enquanto tomo meus bons drink com o maridones.

Como somos só nos os dois que comemos por quatro e eu não curto desperdício, normalmente cada um escolhe um queijo e fazemos dois tipos de petiscos, pra ir alternando com os pães e queijos AND vinhos, óbeveo. Claro que eu sou sem graça e totalmente previsível e sempre escolho brie, mas o que eu posso fazer se é tãããão gostoso??? :~~~~

Como meu digníssimo não curte meu tão amado queijo, ele só come com algo pra “camuflar” o sabor, o que me mata do coração porque camuflar gosto de brie é uma heresia sem tamanho no mundo real. Mas né, ninguém é perfeito e eu já casei sabendo desse defeito de fábrica….

Essa versão adocicada já tinha rolado aqui em casa como teste, que foi devidamente aprovada pelos envolvidos. Mas na altura eu tinha feito uma tapa de brie com chouriço adocicado, que ficou igualmente SENSA. Nessa fiz com mini-linguiças, mas dá pra fazer com chouriço, paio, calabresa, linguiça normal… Vai do gosto do freguês, amigue!

Eu deveria ter vergonha de postar isso como receita, porque é redécula de fácil, mas né, como sou sem-vergonha e cara-de-pau mesmo, aí vai! Espero que ~curtão~!

Ingredientes

  • 150 g de mini-linguiças
  • 1 1/2 col sopa mel
  • 2 col sopa vinagre balsâmico
  • pitada de pimenta do reino

PRE-PÁRA!

  1. Em uma frigideira, coloque a linguiça para fritar. Eu não cortei porque queria ela no formato de mini-linguiça mesmo, mas caso você esteja fazendo com linguiça normal, o melhor é cortar em rodelas.
  2. Quando ela tiver fritado bem, ela vai soltar bastante óleo. Retire o excesso da frigideira e coloque o mel, o vinagre e a pimenta. Abaixe o fogo e deixe engrossar bem.
  3. Há que ter cuidado para que o mel não caramelize, porque se isso acontecer ele vai ficar duro quando esfriar. O ponto da “calda” é de caramelo mole, quando começa a engrossar.
  4. Quando estiver pronto, retire do fogo e espere esfriar.

Mini-Linguiças Adocicadas

 

Mini-Linguiças Adocicadas

 

Mini-Linguiças Adocicadas

Mini-Linguiças Adocicadas

Costeleta de Porco com Molho de Mostarda e Mel e Cebolas Caramelizadas

Costeleta de Porco com Molho de Mostarda e Mel e Cebolas Caramelizadas

Uma ideia pra dar um “tcham” naquela costeleta de porco que tá mofando na geladeira e você não sabe o que fazer com ela.

Espero que o mofando seja eufemismo, tsá?

O molho de mostarda e mel é ótemo para temperar saladas e carnes, dar um gostinho todo especial na sua comidinha que anda sem amor. Sabe aquele franguinho que você NÃO AGUENTA MAIS comer grelhado? Taca uma colherada do molho de mostarda e mel, amigue!

Ou então quando você deteeeeeeeeeeeeeeeeeeeesta rúcula e quer disfarçar o gosto, corre pro molho de mostarda e mel. Essa é sua chance de fazer sua mãe feliz, comer rúcula e ficar forte!

O meu ficou mais escurinho do que o normal, mas é porque eu usei vinagre balsâmico ao invés de limão.

:D

Bora pra receita que eu to falando muito…

Ingredientes (para duas pessoas)

Para a costeleta

  • 2 costeletas
  • sal e pimenta do reino a gosto
  • fio de azeite

Para o molho

  • 4 col sopa mostarda dijon
  • 1 col sopa mostarda amarela
  • 2 col sopa vinagre balsâmico
  • 1 col sopa azeite
  • 2 1/2 col sopa de mel
  • 2 col sopa maionese
  • pitada de pimenta do reino
  • 1 col chá mostarda em grão (pra fazer a firula, mas não é necessária)

Para as cebolas

  • 1 cebola cortada à julienne
  • 1 cebola roxa cortada à julienne
  • 1 col sobremesa manteiga
  • 1 col sopa vinagre
  • 1 col sopa azeite
  • pitada de sal e pimenta do reino
  • pitada de ervas de provence

PRE-PÁRA!

  1. Tempere as costeletas com sal e pimenta do reino.
  2. Aqueça uma frigideira, coloque o azeite e coloque a carne. Abaixe o fogo e deixe cozinhar lentamente. Porco tem que estar muito bem passado. Vire do outro lado e repita o processo.
  3. Para o molho, misture todos os ingredientes. A mostarda dijon é meio forte, então caso ache necessário, troque uma das colheres da dijon por mostarda normal ou maionese (com a maionese fica bem mais suave).
  4. Na mesma frigideira usada para as costeletas, coloque um fio de azeite e refogue as cebolas. Quando ficarem transparentes, acrescente a manteiga, o vinagre, sal, pimenta do reino e as ervas de provence. Espere refogar por mais 2-3 minutos ou até o líquido secar totalmente.

CABÔ.

UPDATE: Meu marido falou que o molho, pra ele, ficou muito forte – mas pra mim tava ok. Então meu conselho pra vc que não está muito acostumado com o sabor de “wasabi” da dijon é: VAI DEVAGAR e coloca uma colherada por vez. Se errar e ficar muito forte, nada tema: coloque maionese e vá diluindo até ficar num sabor agradável ao seu paladar.”

Costeleta de Porco com Molho de Mostarda e Mel e Cebolas Caramelizadas

Costeleta de Porco com Molho de Mostarda e Mel e Cebolas Caramelizadas