Bacalhau com Broa e Batatas ao Murro

 

Bacalhau com Broa e Batatas ao Murro

Hoje a comida é portuguesa com certeza, ó pá!

Das melhores coisas de morar em Portugal, certamente é poder comer bacalhau sempre que quiser. Bateu a vontade, vai em qualquer mercadinho que lá vai ter o dito congelado, seco, demolhado, desfiado, até o feito pela Dona Joaquina.

Um dos ~bacalhaus~ mais gostosos que eu já comi na vida foi esse tal de bacalhau com broa. Tanto, que não sosseguei enquanto eu não reproduzi em casa, com direito a repetir até chegar ao ponto de meu estômago ganhar vida e gritar: expediente encerrado por tempo indeterminado!

A primeira vez que comi este prato foi no Porto, e desde então meu estômago de gordinha sempre se lembra com muita saudade dessa iguaria. Dentre as mais de 1000 maneiras de preparar bacalhau, esta é certamente das mais fáceis e mais gostosas!

Essa broa assadinha, embebida em azeite e temperadinha é uma das provas de que Dels existe e quando criou o mundo disse: VAI GORDINHA!

Porque amigue, essa receita é pra se jogar “DI CUM FORÇA”. Nada de comer um pedacinho que isso aqui não é mizerê não, é pra comer como se esse fosse o último bacalhau da semana santa.

Reserva o azeite em lata, descasca os dentes de alho balançando na panela durante 1 minuto, prepara o detergente pra tirar o cheiro de peixe e vem comigo que hoje a receita é 3 em 1

Ingredientes (pra família inteira, pode chegar)

Para o bacalhau

  • 1 lombo de bacalhau demolhado e sem pele por pessoa (meu marido comeu dois, então você quem sabe como #lhedar com seus esfomeados)
  • 300 ml azeite extra-virgem, aproximadamente (sim, isso tudo)
  • 1 cabeça de alho
  • pimenta preta moída na hora
  • ½ broa de milho esmigalhada grosseiramente com a mão*
  • 1 xic de salsinha picada
  • sal a gosto

* eu fiz em casa, mas pode comprar a pronta. Para quem quiser fazer (é muito fácil) vou passar a receita também.

Para as batatas ao murro

  • 150 g batatas pequenas e redondinhas por pessoa
  • 5 a 7 dentes de alho
  • 200 ml azeite extra-virgem
  • 1 talo de alecrim (não usei porque tenho marido em casa, se fosse pra mim teria usado)

Para a broa de milho

  • 2 xic farinha de milho
  • 1 xic farinha de trigo tipo 65
  • ½ col sopa fermento para pães seco
  • ½ col sopa açúcar
  • 1 col chá sal
  • 300 ml água morna tolerável ao toque (se aguentar 10 segundos com o dedo lá dentro, a temperatura está boa)

PRE-PARA

Broa de milho

  1. Misture todos os ingredientes secos em um bowl com as mãos. Faça um buraco no meio (tipo vulcão) e acrescente a água.
  2. Mexa tudo, até que a massa esteja homogênea (chega ao ponto muito rápido).
  3. Polvilhe farinha de milho por cima da massa e leve para crescer por 1 h em local escuro, quente e seco.
  4. Pré-aqueça o forno a 220º. Transfira a broa para uma bandeja polvilhada com farinha de milho que possa ir ao forno e espere mais meia hora.
  5. Leve para assar por 15 minutos ou até que esteja dourada.

Bacalhau com Broa

  1. Esmigalhe a broa (amanhecida de preferência) e acrescente 100 ml de azeite, salsinha picada, sal e pimenta preta a gosto. O azeite deve embeber a broa mas sem encharcar: se faltar, coloque mais azeite, se for muito, não coloque tudo. Reserve.
  2. Em uma vasilha (de preferência de barro mas eu não tenho e usei cerâmica), coloque os dentes de uma cabeça de alho inteira descascados e coloque o bacalhau por cima, de forma que o bacalhau tenha uma “cama” de dentes de alho. Deite 200 ml de azeite (não economiza no azeite não que isso é comida portuguesa, pá!!!) por cima do bicho e espere escorrer. Tempere o peixe com pimenta preta (e sal, caso queira, eu não coloco porque usei bacalhau dessalgado) e leve para assar por 15 minutos em forno ainda frio (coloque o bacalhau lá dentro e ligue o forno) a 220º.
  3. Após esse tempo, retire o bacalhau do forno, coloque a broa por cima e leve novamente ao forno por 10 a 15 minutos, até que a broa esteja dourada.

Batatas ao murro

  1. Em uma panela grande, coloque água e sal e as batatas.
  2. Leve ao fogo até que ferva e depois desligue o fogo, deixando as batatas lá dentro até que a água esfrie. Este procedimento fará com que as batatas cozinhem, mas ainda permaneçam firmes. Confirme que as batatas cozinharam mas com uma certa resistência (elas não devem estar muito molengas), atravessando um palito no meio.
  3. Retire as batatas da água e dê uma leve batidinha em cada uma para que fiquem com a característica de terem levado um murrinho HEHEHEHE
  4. Disponha as batatas em um refratário, adicione azeite e os dentes de alho (e o alecrim, caso use) e leve para assar a 220º por 20 a 25 minutos, ou até que estejam douradas.

Vai sobrar muito azeite no fundo dos refratários, não jogue fora!! Ele é perfeito para temperar comida ou usar normalmente para refogar alimentos, pois já vai estar com gostinho de alho e temperos.

Bacalhau com Broa e Batatas ao Murro

 

Bacalhau com Broa e Batatas ao Murro

Anúncios

Salsa Tonnata

 Salsa Tonnata

Óia eu aqui novamente postando foto de comida de boteco. Na realidade, ela não é comida de boteco mas é como se fosse mas como a gente usou aqui na comida do happy hour de toda semana, vai na categoria mesmo.

Essa salsa tonnata é a coisa mais mamão com açúcar de fazer, além de ser muito, mas muito gostosa. Para dias de calor então, é a salsa perfeita. Ela fica ótima também para você colocar no meio daquele seu sanduíche natural que você leva pra praia naquele isopor #alok

Essa salsa pode ser feita com ou sem maionese e ambas ficam maravilindas. Dessa vez eu usei com maionese mas quase que foi sem. Acontece que a maldição da maionese atacou novamente e minhas duas tentativas foram frustradas. Me emputeci e fui ao supermercado que tem aqui perto e comprei pronta. #REVOLTS 

Bora logo pra parte que interessa.

Ingredientes (para duas pessoas)

  • 2 latas de atum em conserva drenado (usei o conservado na água)
  • 2 ovos cozidos e picados
  • 4 filetes de anchovas
  • 2 col sopa de alcaparras
  • 2 a 3 col sopa de maionese (se for caseira, melhor)
  • 2 col sopa de salsinha bem picada
  • 1 col sopa azeite extra-virgem
  • sal a gosto (opcional, não usei mas gosto de comida sem sal)
  • pitada de pimenta branca (opcional)

PRE-PARA

  1. Pique tudo.
  2. Misture tudo.

Dica: caso queira fazer sem maionese, acrescente azeite até sentir que a mistura está úmida e suave. 

Salsa Tonnata

E olha quem apareceu novamente, na versão mini:

Salsa Tonnata

Versão mini AND desfocada

Ceviche de Camarão

Ceviche de Camarão

hi

Sei que ando sumida, mas mudar e fazer mestrado ao mesmo tempo não é de DELLLLLLLLLSSSSSSSSSSSSSS!!! #HALP @APLUSK

FINALMENTE conseguimos terminar a bendita mudança, o que não significa que não existam caixas espalhadas pela casa inteira. Cada dia eu retiro o que ta dentro de uma pra achar um lugar pro que tá lá dentro.

To quase pra dar uma de Joey e assistir TV em meio ao forte:

Ceviche de Camarão

#quemnunca

Fora isso, a novidade do século foi um supermercado perto da minha casa fazer um festival de produtos italianos, com preços muito em conta. Pensa em uma criança brincando num playground era eu colocando as coisas no carrinho! #ascozinheirapira

Ceviche de Camarão

Comprei queijo pecorino (que é super difícil de encontrar aqui), pizza de pepperoni, trufa recheada com sorvete, sorvete italiano (dos dellllllllllllllllllllllllses!), foccacia de tomate cereja com azeitonas, arroz arbóreo pra risotto ANNNDDD um molho de vinagre balsâmico.

Ceviche de Camarão Ceviche de Camarão

 

 

 

 

 

 

 

ÓIA O BULLYING!

Pra que a gente precisa de dieta quando existe sorvete italiano????

Agora que eu acho que já falei demais, vamos ao objetivo do post, o tal do ceviche.

De origem peruana, esse prato é feito com peixe cru marinado em líquido cítrico. Acontece que, durante o tempo em que ele fica marinando, ele sofre uma espécie de cozimento, o que faz com que você não o coma cru.

Outra dica é que ele pode ser feito com qualquer tipo de peixe/frutos do mar. :)

O ceviche é muuuuito fácil de fazer. Uma entradinha phyyyyyyna pra você que quer arrazar na comida sem precisar ser muito hábil. Eu queria impressionar o boy (aka marido) no valentine’s day aqui e foi essa entrada que eu fiz. Ele simplesmente amou! Aliás, a entrada fez mais sucesso que o prato principal.

Ingredientes (para duas pessoas)

  • 500 g camarão limpo e picado (reservei alguns sem cabeça e casca, só com o rabo, e cozi na água com sal, só pra decorar)
  • suco de 2 limões (lima em PT)
  • suco de 1 limão siciliano (limão normal em PT)
  • raspas de 1/2 limão siciliano
  • suco de 1 laranja bahia (aqui em PT laranja normal)
  • 2 tomates picados em pedaços pequenos
  • 1 col sopa gengibre ralado
  • 1 cebola roxa média picada finamente
  • sal e pimenta do reino a gosto
  • 1 pimenta seca picadinha (ou 1 pitada de pimenta calabresa)
  • salsinha bem picada (usei aproximadamente 3 colheres de sopa, mas é a gosto)
  • 1 col sopa azeite extra-virgem

PRE-PA-RA

  1. Misture tudo com exceção da salsinha e leve à geladeira por no mínimo 2 horas para marinar.
  2. Após esse tempo, retire da geladeira, espere alguns minutos até ficar em temperatura ambiente e finalize com a salsinha.
  3. Cabô.

Ceviche de Camarão

Ceviche de Camarão

Paella de Frutos-do-Mar

Paella de Frutos-do-MarFrutos-do-Mar, ou Mariscos para os tugas, é uma das maravilhas do mundo gastronômico. Na Paella, é a dignidade dos bichinhos elevada à enésima potência! Acho que se eu pudesse, comeria todos os dias…

Sabe aquela sensação praticamente orgásmica de comer algo que chega dá vontade de ajoelhar no chão e mandar rezar uma missa de tanto que é bom? Pois é, é assim que eu me sinto toda vez que como Paella, tanto de Frutos-do-Mar, com Valenciana, como de arroz negro… Paella, pode vir quente que eu to fervendo pra você, sua linda!

Agora, não vou mentir não. Caso você use mariscos frescos que nem eu, PREPARA pra arregaçar as mangas, porque dá muito trabalho! Mas cada garfada compensa, vai por mim.

Mas caso você queira todo o amor e carinho deste prato sem todo o suor, sempre tem um kit paella num supermercado próximo. ;)

Bora pra receita que a fome tá apertando!

Ingredientes (para 4 pessoas que comem normalmente, ou três pedreiros como os daqui de casa)

  • 500 g polvo
  • 300 g argolas de lulas (usei congeladas)
  • 1 kg mexilhão inteiro
  • 300 g camarão médio
  • 2 folhas de louro
  • pimenta do reino a gosto
  • pitada de cominho
  • 3 col sopa azeite (usei trufado)
  • 1 cebola picada
  • 2 dentes de alho bem picadinhos
  • 3 tomates sem pele picados (usei tomates pelados enlatados)
  • 2 col sopa concentrado de tomate dissolvidos em 4 col sopa de água
  • 120 ml vinho branco
  • 1 e 1/2 xíc arroz parbolizado (em pt vaporizado)
  • 1 col sopa cheia de cúrcuma (açafrão da terra)
  • pitada de pimenta cayenna
  • 600 ml caldo de polvo
  • sal e pimenta preta a gosto
  • suco 1/2 limão (usei siciliano)
  • 1 limão cortado em quatro para enfeitar
  • coentro picado a gosto (eu usei só no meu prato)

PRE-PÁRA!

Faça primeiro os frutos do mar e só depois junte tudo à Paella. Caso você esteja usando o kit congelado, pule direto para o passo 4.

  1. Cozinhe o polvo inteiro em panela de pressão com 1 lt de água, temperado com 2 folhas de louro, cominho e pimenta do reino. Após começar a fazer barulho, deixe por 15 minutos e retire imediatamente. Retire o polvo da água e espere esfriar. Reserve o caldo do cozimento para fazer o arroz.
  2. Para fazer os mexilhões, escove bem a superfície da concha para retirar toda a areia e algas. Cozinhe em água temperada com sal até que se abram. Descarte os mexilhões que não abrirem. Reserve.
  3. Limpe os camarões, retirando a cabeça e a casca. Caso queira, corte-o em borboleta, mas eu não fiz. Não coza.

    Dica: acrescente somente a casca do camarão ao caldo do polvo e deixei fervendo junto, para agregar mais sabor ao caldo.

  4. Em uma paelleira, refogue a cebola e o alho em azeite. Acrescente o concentrado de tomate, o tomate e refogue rapidamente.
  5. Coloque o arroz e frite por alguns minutos. Misture o vinho branco e espere o álcool evaporar. Tempere com cúrcuma, pimenta cayenna, sal e pimenta e acrescente o caldo fervente do polvo.
  6. Quando o arroz estiver quase pronto, acrescente as argolas de lulas congeladas, o polvo cortado em pedaços, os mexilhões já cozidos e os camarões, dispondo como quiser. Acerte o sal. Abaixe o fogo, abafe com um papel alumínio e espere terminar de cozer.
  7. Assim que estiver pronto, desligue o fogo e deixe por mais 2-3 minutos coberto com o papel alumínio.
  8. Retire o papel, esprema meio limão por cima de toda a Paella, decore com os pedaços de limão e sirva imediatamente.

Apenashhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh

Paella de Frutos-do-Mar

Paella de Frutos-do-Mar

Spaghetti Mediterrâneo

Spaghetti MediterrâneoSegundo post já essa semana?? I’m on fire!!!

Dei ao prato o nome de Spaghetti Mediterrâneo porque tem as melhores coisas que a dieta mediterrânea nos proporciona: peixes, (muito) azeite, legumes, verduras e muito, mas muuuuuuito sabor. Teve até a taça de vinho tinto pra completar.

cheers

#todasbrinda

Não parece, mas em 10 minutos esse prato fica pronto. COMO-NÃO-AMAR?

Bora pra receita.

Ingredientes (para uma pessoa)

  • 100 g spaghetti
  • 1 posta de bacalhau pequena
  • 10 tomates cereja picados ao meio
  • 6 azeitonas pretas picadas ao meio
  • 2 dentes de alho bem picados
  • 1/2 xíc ervilhas (uso as congeladas)
  • 1 xíc folhas de agrião (com talo)
  • 1/2 cebola roxa cortada à julienne
  • azeite, sal e pimenta do reino quanto baste (q.b.)
  • folhas de manjericão roxo

PRE-PARA!

  1. Em uma frigideira bem quente, coloque o bacalhau com a parte da pele virada para baixo e pimenta por cima, com um pouco de água. Abaixe o fogo e tampe, para que o bacalhau coza no vapor por aproximadamente 5 minutos. Retire do fogo e reserve.
  2. Coza o spaghetti conforme as instruções da embalagem.
  3. Refogue alho e cebola em bastante azeite. Acrescente o bacalhau e refogue mais para incorporar os sabores.
  4. Rapidamente, coloque o tomate e refogue até que dê uma leve murchada.
  5. Acrescente as azeitonas e o agrião e acerte o sal.
  6. Misture a pasta e as ervilhas e tempere com pimenta do reino. Desligue o fogo.
  7. Disponha a pasta no prato, coloque por cima as folhas de manjericão e regue com bastaaaaaaaaaante azeite.

Não disse que era rápido?

Spaghetti Mediterrâneo

Spaghetti Mediterrâneo