Tudo o que você precisa saber pro seu bolo dar certo

Tudo o que você precisa saber pro seu bolo dar certo

Imagem daqui

Infelizmente, fazer um bolo não é só colocar tudo na batedeira, mexer como se não houvesse amanhã, botar pra assar, tirar e ele estar lindo e maravilhoso. Existem alguns protocolos que devem ser entendidos e seguidos para que seu bolo dê (ou não) certo.

A regra de etiqueta do bolo diz que ele deve ser sempre fofinho. Pra mim, isso vai do gosto do freguês. Por exemplo: eu gosto de bolo de cenoura denso, não gosto do bolo fofinho. Tem vezes que quero bolo de chocolate denso também, outras vezes quero esponjoso. O importante é saber como fazer para que ele fique de um jeito ou do outro.

Cola em mim

Cola em mim

Geralmente, eu faço assim:

  • Quando eu quero bolo pesado, eu uso os ovos inteiros e uso manteiga gelada.
  • Quando eu quero bolo fofo e esponjoso, eu uso óleo e claras em neve separadas das gemas.
  • Quando a receita tem mais açúcar do que farinha, o bolo normalmente sairá pesado.

Fora isso, algumas dicas são importantes na hora de fazer o seu bolo.

PRE-PÁRA!

  1. Separe tudo antes de começar a fazer, para ter certeza de que tem todos os ingredientes. Do contrário, você pode chegar na última etapa sem ter o ingrediente e só lhe restar pensar f****.
  2. Nunca asse bolo em forno frio. Ele deve ser pré-aquecido por, no mínimo, 10 minutos antes de assar o bolo (eu costumo deixar 15 pra garantir, neam…).
  3. Temperatura do forno deve ser sempre de 180º (média), a não ser que venha especificado na receita uma temperatura diferente.
  4. Ingredientes devem sempre estar em temperatura ambiente, com exceção da manteiga, caso queira bolo pesado.
  5. Peneire sempre ingredientes secos, como farinha, cacau em pó, açúcar… Isso ajuda a evitar que a massa fique com grumos (especialmente em lugares muito úmidos ALÔ MANAUS) e também ajuda a aerar a massa, para que ela fique mais fofa.
  6. Eu detesto usar farinha com fermento, não recomendo. Fermento deve ser colocado por último, segundos antes do bolo ir pro forno.
  7. No mundo ideal, nunca mude as quantidades da receita, caso você não saiba bem o que está fazendo. Confeitaria é meio que matemática, se você não trocar o 2 + 2 por 1 + 1 + 2, a sua conta vai dar errada e você pode acabar com um gremlin tomando conta do seu forno.
  8. Unte a forma antes de começar a fazer o bolo, com manteiga e farinha de trigo.

A primeira vez que eu fiz um bolo, minha mãe falou para eu untar com manteiga e enfarinhar. Só que ela não disse que era pra eu retirar o excesso de farinha, dando leves batidas na forma. Resultado? Eu ganhei uma crosta branca no meu primeiro bolo, que inutilizou a casca inteira. ahhahahaa #causosdastéfanie”

Mão na massa

  1. Quebre os ovos separadamente, para não correr o risco de estar com o bolo pronto e um ovo estragado acabar com a sua diversão.
  2. Quando for acrescentar os ovos (ou só as gemas, caso esteja usando clara em neve) coloque-os de um por um e bata bem, para retirar o cheiro forte de ovo.
  3. Para um bolo fofo, clara em neve é imprescindível. Coloque-a por último, fazendo o mínimo de movimentos possíveis, em movimentos de baixo para cima, para que não perder o aerado da clara.
  4. Caso a massa esteja muito densa, misture 1/3 das claras em neve primeiro para deixá-la mais fofa e só depois acrescente o restante. Isso vai facilitar o processo da mistura e você não correrá o risco de perder o aerado das claras.
  5. Por falar em clara, ela só deve ser batida no momento em que for acrescentada à massa, para que não desmanche. Clara com muito tempo começa a soltar água e desanda todo o processo.
  6. Quando for acrescentar cacau em pó por conta própria (ou seja, na receita não pedia e você resolveu quer quer um chocolatinho pra ~adoçar~, diminua a quantidade de farinha na mesma proporção. Exemplo: se a receita pede 300 g de farinha e você quer colocar 100 g de cacau, diminua a quantidade de farinha para 200g. Não é 100% de certeza que vá ficar perfeito, mas já ajuda bastante.
  7. Manteiga não é margarina. Euzinha da silva prefiro utilizar óleo à margarina, quando estou desprovida de manteiga na despensa.
  8. Por falar em manteiga, eu só uso manteiga com sal. Sal, para além do efeito óbvio de salgar, em pouca quantidade realça os sabores. Eu uso sempre manteiga com sal em qualquer receita que eu faça, mesmo que a receita peça sem. Mas aviso: tem quem considere uma heresia isso que faço!
  9. Não sei porque, mas minha mãe me ensinou assim e eu sigo à risca: massa de bolo deve ser mexida sempre no mesmo sentido. Uma vez eu vi algo dizendo sobre ajudar a não criar bolhas de ar na massa do bolo, mas não sei, só sei que eu quem não vou testar do outro jeito!
  10. Os ingredientes devem estar todos bem misturados para que o bolo fique bom.
  11. Ingredientes em pedaços, como frutas cristalizadas ou chocolate em gotas, devem ser passados por farinha de trigo antes, para evitar que se alojem no fundo da forma (coisa de densidadji, sabe?)
  12. Sempre, sempre, sempre, sempre: a última coisa a ser acrescentada vai ser a clara em neve juntamente com o fermento. Mexa o mínimo possível, em movimentos de baixo para cima, coloque na forma e leve para assar imediatamente.

Pra você que matou a aula de química, lá vai: o fermento químico passa a fazer efeito assim que entra em contato com o líquido. Por esta razão eu nunca uso farinha com fermento e é também por isso que ele deve ser incorporado por último. Quando começa a fazer efeito e não é levado ao forno, ele começa a perder o seu efeito. Walter White ficaria orgulhoso…”

Os finalmente

  1. Encha a forma (tanto de cupcake quanto normal) com apenas 2/3 da capacidade, ou você corre sérios riscos de ter que passar o resto da tarde limpando pedaços torrados que vazaram da forma. ACREDITE: VOCÊ NÃO VAI QUERER FAZER ISSO, experiência própria.
  2. Caso você tenha calculado mal e sua forma é muito maior do que a quantidade de bolo, preencha rapidamente formas pequenas de cupcake ou muffin e leve para assar. É mais seguro, vai por mim. #fikdik Caso não tenha, olha… agarra na mão de Deus e vai! (mas eu ainda acho melhor perder um pouco de massa do que ter que passar uma eternidade limpando forno)
  3. Eu gosto de usar a grelha do forno para assar, pois acho que assim o calor circula melhor e o bolo assa mais uniforme.
  4. Eu deteeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeesto formas de silicone, só uso de vez em quando pra dar uso à que tenho aqui em casa. Eu acho que elas assam super mal o bolo, tem toda uma “manha” para fazê-las funcionar e SIM, ELAS PRECISAM SER UNTADAS E ENFARINHADAS. Ao menos a minha tem.
  5. Coloque o bolo no centro do forno, para que o calor circule melhor.
  6. Nunca abra o forno antes dos 25 minutos, ou ele irá murchar/batumar/solar. O ideal é que, conhecendo a receita, você só abra o forno quando o bolo estiver muito próximo de ficar pronto.
  7. Para saber se o bolo está pronto, faça o bom e velho teste do palito: enfie um palito/faca no bolo, se sair limpo, está pronto!
  8. Se o topo do bolo estiver assado e o meio ainda não estiver bom, coloque um papel alumínio para evitar que queime.
  9. Quando retirar do forno, espere 20-30 minutos antes de desenformar. Isso evitará que o bolo quebre. Se deixar na grade do fogão melhor ainda, pois assim a forma esfriará por todos os lados de forma uniforme.
  10. Quando for colocar no prato, você pode polvilhar açúcar nele para evitar que o bolo grude.

~SÓ~ isso. HAHAHAHAHAHAHA

Gente, parece muita coisa, mas no dia-a-dia a gente pega prática e tudo se torna automático. Esse aqui é praticamente o passo-a-passo versão iniciante junior para quem nunca fez um bolo na vida ou para aqueles que não tem muita prática no assunto.

Se ainda tiver sobrado alguma dúvida, só perguntar que se eu souber, eu respondo. :) E se você tiver alguma dica pra compartilhar, conta também que a gente quer saber!

Bolo de Macaxeira (Mandioca ou Aipim)

Bolo de Mandioca

Você sai do Amazonas mas o Amazonas não sai de você

Nada como ter uma cunhada que cozinha super bem para nos dar uma receita que fica MARA, neam?

beijo

Beijos, cuuuuuuuuuuu!

Este domingo bateu uma vontade alucinada de comer bolo de macaxeira (mandioca), daqueles com perfume de coco e que deixam o café com leite ainda mais gostoso. Como eu ia fazer o Risotto, aproveitei e comprei mandioca a mais para fazer esse bolo. Modéstia à parte, sou uma genya! E humilde também.

O bolo não ficou com a exata consistência que a gente encontra no Amazonas, lá ele parece uma borracha, mas eu juro que isso é um elogio! hehe

O meu não ficou igual, mas ficou beeeeeeeem molhadjenho e ~cocrante~. Acho que a principal diferença foi que eu ralei a mandioca no ralo grosso e deveria ter sido no ralo fino ou não e eu to falando bobági.

Aliás, ralei VÍRGULA. Ralaram, porque eu usei meu processador lheeeendo que meus pais me deram de presente de desaniversário. <3 <3 <3 Desde que ganhei o coitado, ele tem trabalhado em regime escravo aqui em casa, ele tá pra pedir pra voltar pra loja, não tem folga nunca!

Mas se você não tiver um ou estiver a fim de ralar o braço, VAI NA FÉ AMIGUE!

Bora pra receita.

Ingredientes

  • 800 g de mandioca/macaxeira/aipim sem casca
  • 350 g açúcar
  • 200 g manteiga
  • 3 ovos médios
  • 200 g coco ralado
  • 500 ml de leite de coco
  • 1 col sopa rasa de fermento pra bolo em pó

PRE-PÁRA!

  1. Pré-aqueça o forno em 190º.
  2. Rale a mandioca e esprema a massa em pano limpo (ÓBEVEO) até que ela esteja bem seca.
  3. Em outra vasilha, misture o açúcar e a manteiga e bata bem até que estejam incorporados.
  4. Junte os ovos um a um, batendo muito bem.
  5. Acrescente a mandioca, o coco ralado e o leite de coco. Misture até que a massa esteja homogênea.
  6. Por último, junte o fermento, mexendo o mínimo necessário.
  7. Leve para assar em forma untada e enfarinhada por aproximadamente 40 min ou até que passe no teste do sofá do palito (enfie um palito ou faca, se sair limpo pode retirar do forno).
  8. Não faça que nem a desesperada aqui e espere esfriar completamente antes de desenformar.
Bolo de Macaxeira

É ou não é muita maldade???

 

Bolo Cítrico

Bolo CítricoTem certos dias em que tudo o que você precisa é de um bom pedaço de bolo, simples, sem cremes nem coberturas ou recheios, pra acompanhar aquela xícara de café bem quente e passado na hora.

Né não?

Eu não sei vocês, mas um bolinho desse tem muito valor pra mim, ainda mais no pequeno-almoço de domingo, que é o pequeno-almoço de rei daqui de casa.  <3

Ele fica bem fofinho e azedinho, por causa da combinação de citrinos. Perfuma a casa inteira!

Felicidade pura!

Felicidade pura!

Bora pra receita!

Ingredientes

  • 250 ml de suco de laranja natural
  • 120 ml suco de limão (eu usei o siciliano, que é menos azedinho)
  • 300 g açúcar
  • 1 col sopa manteiga
  • 4 ovos (claras e gemas separadas)
  • 350 g farinha de trigo
  • 1 col sopa fermento em pó
  • 1 col sopa de açúcar de confeiteiro para polvilhar.

PRE-PÁRA!

  1. Pré-aqueça o forno a 180º e unte uma forma com manteiga e farinha.
  2. Em uma batedeira (ou usando o braço do marido) bata bem as gemas, para que elas percam o cheiro de ovo (ou tire a pele previamente).
  3. Acrescente na seguinte ordem, batendo bem sempre antes de acrescentar o próximo ingrediente: açúcar, manteiga, sucos, farinha de trigo. Esta última acrescente aos poucos.
  4. Bata as claras em neve e adicione-as juntamente com o fermento com muito cuidado, mexendo o mínimo possível, em movimentos de baixo para cima, para que as claras não percam a “fofura”.
  5. Disponha a massa na forma e leve para assar por aproximadamente 40 minutos. Faça o teste do palito para saber se está bom, se sair limpo, retire e desenforme ainda quente.
  6. Polvilhe o açúcar de confeiteiro para enfeitar.

Bolo Cítrico

Bolo de Gengibre (Traditional Ginger Cake)

Pedaço 2 (3)

Uma tradicional receita inglesa que, ao menos para mim, tem gosto de café da tarde em dia chuvoso com colo de mãe e infância. Sabe um bolo que parece que te dá aconchego? Então, é esse bolo. Um café preto passado na hora, então, é para ligar para a mãe e pedir cafuné.

E se você não gosta de gengibre, seus problemas acabaram! Por que ele fica apenas com o aroma, eu juro. Dá uma chance, vaaaaaaaaaaaiiii!

please gif

E se nem o Rei Leão for capaz de comover seu coração, eu apelo logo.

gif gato de botas

Ob.: Alguns ingredientes são ingleses, mas a gente sempre dá uma mãozinha na hora de adaptar, né não?

Bora pra receita.

Dificuldade: 3, prestenção que vai dar tudo certo

Tempo de preparo: 1 hora

Serve: 12 pedreiros

 

Ingredientes

225 g de farinha de trigo com fermento

1 col de sopa cheia de gengibre ralado (ou 2 col de chá de gengibre em pó)

1/2 col de chá de canela em pó

1 col de chá de bicarbonato de sódio

100 g de manteiga

100 g de golden syrup (o golden syrup é um ingrediente inglês tradicionalíssimo, mas é muito difícil de encontrá-lo fora da Inglaterra. Caso não encontre, não tem problema, pode usar o bom e velho mel Karo)

100 g de melaço de cana

100 g de açúcar mascavo

50 g de gengibre em conserva* picados em pedaços pequeninhos

2 ovos médios

200 ml de leite

* o gengibre em conserva também é um ingrediente inglês. Para fazê-lo em casa, basta colocar dois copos de água com dois copos de açúcar para ferver. Quando o açúcar estiver completamente dissolvido, acrescente um copo de gengibre picado em pedaços médios e deixe a mistura ferver por 25 a 30 min. Tire do fogo, espere voltar para a temperatura ambiente e guarde em um recipiente esterilizado na geladeira.

 

Modo de Fazer

Pré-aqueça o forno em 180º.

Misture manteiga, farinha, gengibre, canela e bicarbonato até que faça uma farofa. Reserve.

Coloque o golden syrup, melaço, açúcar mascavo e gengibre em conserva em uma panela. Leve ao fogo até que o açúcar esteja completamente dissolvido (o que demora mais que açúcar refinado) e deixe cozer por um a dois minutos. Retire do fogo e reserve.

Bata os ovos com o leite e acrescente à mistura de melaço. Acrescente esta mistura à farinha de trigo e manteiga. Leva para assar em uma forma untada e enfarinhada. Meu fogão levou cerca de 20 min para assar, mas pode levar até 45 minutos.

Obs 1: A mistura fica bem líquida, você com certeza vai olhar e achar que nunca aquilo dará certo. Tenha fé, jovem padawan, que vai dar.

Obs 2: Você pode fazer uma caldinha para colocar por cima do bolo, misturando 2 colheres de sopa da calda da conserva e 2 colheres de sopa de água fervente em 100 g de açúcar de confeiteiro. Após retirar o bolo do forno, espere ficar em temperatura ambiente, desenforme e coloque por cima.

DSC_0006

DSC_0003

A desesperada aqui desenformou o bolo ainda morno. Resultado? A partezinha de cima ficou ainda meio grudada na forma. Zica acontece, neam.

Bolo de Chocolate sem farinha

DSC_0852

Hoje, 26 de março, é o dia do cacau, e nada mais justo do que homenagear esse grande amigo que sempre me atende quando eu mais preciso. Tudo bem que aqui em casa todo dia é o dia dele ALOKA.

Vinho em homenagem ao dia do cacau. SOU DESSAS.

Tirei esta receito do livro Baking Recipe Collection, da cadeia de supermercados Sainsbury, da Inglaterra. Um dos melhores livros de confeitaria que eu tenho! Não que eu tenha muitos, mas amo/sou este livro.

Este bolo não é um bolo de chocolate comum, pois não leva farinha de trigo. E, além de tudo, é uma bomba de calorias, mas né, hoje é dia de comemorar, hoje pode.

Dificuldade: 3, nível marromenu

Tempo de Preparo: 45 minutos

Serve: um monte, só chegar

Ingredientes

200 g de chocolate amargo em barra

200 g de manteiga, de preferência sem sal

1 colher de chá de essência de baunilha

5 ovos médios, claras e gemas separadas

150 g de açúcar

100 g de farinha de amêndoas (ou amêndoas torradinhas e trituradas)

50 g de cocoa powder, que é tipo o chocolate do padre, não pode ser achocolatado

açúcar de confeiteiro para polvilhar por cima

Modo de Fazer

Pré-aqueça o forno a 180º e unte uma forma de 25 cm de diâmetro com manteiga e farinha de trigo.

Em banho-maria, ou pras pessoas modernas microondas, derreta o chocolate com a manteiga. Quando tudo estiver derretido, acrescente a essência de baunilha. Reserve.

Bata as gemas com 50 gramas de açúcar até que a mistura esteja bem clara. Acrescente esta mistura ao chocolate derretido. Acrescente as amêndoas e o chocolate em pó.

Bata as claras em neve e acrescente gradualmente o restante do açúcar (100 gramas) nas claras. Pegue 1/3 das claras e misture bem ao chocolate, depois acrescente gentilmente os 2/3 da clara em neve restante, sem bater muito, para não tirar a “fofura” das claras.

Coloque na forma e leve ao forno por aproximadamente 25 minutos. No livro diz por 30 a 35 minutos de forno, mas no meu levou apenas 25. Deixe o bolo esfriar e polvilhe o açúcar de confeiteiro por cima.

DSC_0845

IMG_20130326_214254

Foto do instagram.

ATENÇÃO: Por mais que eu não queira estragar a brincadeira, tenho que avisá-los: só de olhar pra esse bolo, você já engordou. Se o bolo for dividido em 12 pedaços, cada fatia terá a singela quantidade de 372 kcal. Eu sei, fiz maldade.

sorry gif

Update: Uma leitora me avisou que untar com farinha de trigo é o mesmo que usar farinha de trigo, que realmente eu não sabia. Quem quiser, pode untar com chocolate em pó ou com a farinha de amêndoa, dá na mesma.