Arancini (Arancino)

Arancini  (Arancino)

Arancini  (Arancino)

Este post inicialmente deveria ter ido ao ar na segunda pois é uma bela-maravilhosa-mais-que-tudo opção para a #Segundasemcarne. Como não foi possível por motivos de: estava muito ocupada no sábado bebendo, no domingo assistindo filmes e na segunda estudando, ele vai ao ar hoje, porque a gente atrasa mas faz.

A propósito, como anda a vida de vocês? A minha, como sempre, de pernas pro ar. Muita coisa pra fazer, pouco tempo pra executar, o que acaba com que eu me torne QUEEN MOTHER da procrastinação. Sou só eu quem sinto que o dia deveria ter 48 horas? To achando uma baita sacanagem esse negócio de dia com 24 horas. Até porque (CRUZES!) já estamos em JUNHO!!

Arancini  (Arancino)

Parem o mundo que eu quero descer!!!

Enquanto o ano não acaba, algo que irá acontecer tipo AMANHÃ, a gente faz o que pode pra comer comida boa. E arancini, amigue, é tipo a receita que prova que tudo que é bom tem como ficar melhor SIMMMMMMMMMMMMMMMMM!

Lembram da receita de Risoto de Aspargos que fiz para acompanhar o Magret de Pato? Pois é, o risoto que sobrou, virou arancini! Não deu nem pra ter trabalho.

Além de fácil de fazer, é ainda uma excelente alternativa pra usar o arroz que sobrou, uma vez que risoto requentado deveria ser proibido por lei CADÊ DEPUTADOS PRA FAZEREM UMA LEI QUE PRESTE????

Ingredientes (rende 8 unidades grandes)

  • 2 xic de risoto (qualquer um)
  • salsinha picada
  • 1 ovo
  • 4 col sopa parmesão ralado
  • sal e pimenta do reino (pimenta preta) a gosto
  • 1/2 xic farinha de rosca (pão ralado)
  • cubos de mozzarela de búfala ou mozzarela normal

Para empanar:

  • 1 ovo batido
  • q.b. farinha de rosca (pão ralado)
  • óleo

PRE-PARA

  1. Aqueça o óleo a uma temperatura média para alta (aproximadamente 160º).
  2. Em uma tigela, misture todos os ingredientes do arancini, com exceção da mozzarela. Faça bolinhas do tamanho de bolas de golge, pressione com o dedo no meio até fazer um buraco, coloque o cubo de mozzarela e feche.
  3. Repita o processo até acabar com a massa.
  4. Passe as bolinhas de arancini no ovo batido, depois na farinha de rosca e frite.

Arancini  (Arancino)

Anúncios

Escondidinho de Carne Seca com Batata-Doce

Escondidinho de Carne Seca com Batata-Doce

Achoooooooooooooooooooooooou

Olá, prazer, meu nome é Stéfanie e eu sou viciada em carne seca. Aliás, em comida de buteco em geral, pq quer coisa mais amor do que comida com ~sustança~ pra acompanhar aquela cerveja gelada? ATORON

Eis que eu fiz a carne seca que minha tia trouxe render, afinal, vou passar vontade por um bom tempo. Depois de ser usada em um belo Risotto, a carne seca serviu para a segunda melhor combinação existente: batata-doce.

Daí você pensa:

WTF????????????????????????

WTF????????????????????????

Mas acreditem, essa combinação é DOS DEUSES! O salgadinho da carne com o doce da batata faz uma mistura mointo, mas mooooointo dygna.

Eu tenho uma teoria de que Escondidinho é algo como preferência nacional: muito difícil encontrar quem não goste. Então abra as portas do seu coração para essa combinação linda de viver!

Bora pra receita que hoje ainda é segunda.

Ingredientes

Para a carne seca:

  • 400 g carne seca dessalgada, cozida e desfiada (para ver como fazer esse processo todo, veja aqui como fazer)
  • 3 col sopa manteiga
  • 1 col sopa azeite
  • 1/2 cebola picada
  • 2 dentes de alho
  • pitada de pimenta calabresa
  • pimenta do reino a gosto
  • 150 g linguiça calabresa picada bem miudinha (aqui em PT eu usei umas salsichas que lembram muito o gosto da calabresa, da marca Continente.

Para a batata

  • 500 g batata doce
  • 100 ml caldo de galinha
  • 2 folhas de louro
  • 700 ml água
  • 2 col sopa manteiga
  • 100 g cream cheese
  • 100 ml leite
  • noz moscada ralada na hora

Adicional

  • 200 g queijo mussarela (mozzarella) ralado

PRE-PÁRA!

  1. Para o purê, coloque água com caldo de galinha (receita aqui) em uma panela e coloque a batata-doce para cozer com duas folhas de louro. Quando a batata estiver bem mole, escorra a água e amasse as batatas com um amassador ou garfo.
  2. Em uma panela em fogo baixo, coloque a manteiga para derreter e adicione as batatas amassadas, refogando por dois minutos. Acrescente o cream cheese, o leite e a noz moscada, misturando bem. Refogue por 2 minutos e, caso necessário, adicione sal. Reserve.
  3. Para a carne seca, refogue a cebola e o alho em azeite e manteiga em uma panela de fundo grosso. Adicione a carne seca e a calabresa e refogue muito bem (porco não pode ser consumido cru de forma nenhuma), até começar a dourar. Acrescente a pimenta calabresa e a pimenta do reino.
  4. Para a montagem, coloque a carne seca até a metade do recipiente e cubra a outra metade com o purê. Salpique queijo por cima (PUFAVÔ seja generoso/a) e leve em forno pré-aquecido a 220º por 15 minutos ou até gratinar o queijo.

Só faltou a breja, mas em dia de semana não rola. :(((

Escondidinho de Carne Seca com Batata-Doce

Escondidinho de Carne Seca com Batata-Doce

Bruschetta (Brusqueta) time!

BruschettaFui na frutaria comprar frutas (mentiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiira) e me deparei com figos lindos, maravilhosos e super apetitosos. Uma pessoa normal pensaria: ‘hummmmm, doces!’

Mas né, eu não sou uma pessoa normal.

Até porque a bruschetta clássica, com tomate e manjericão, é uma delícia, mas para que fazer o arroz com feijão sempre?

Trouxe meus figos absolutos e necessários pra casa, juntamente com prosciutto AND queijo brie *amor eterno, amor verdadeiro*. Como meu marido não curte minhas combinações mirabolantes, fiz uma que eu SABIA que ele ia gostar.

Deem um desconto, ele é café-com-leite.

Adendo: meu digníssimo diz que brie tem gosto de sabão em pó. QUERO VIVER PARA SEMPRE NUMA MÁQUINA DE LAVAR ROUPA. #ficadica

Não precisa nem dizer que a mistura figo com brie e figo com prosciutto foram as que mais gostei, neam? A mistura ficou uma delícia! O sabor delicado da fruta com o salgado do queijo e do presunto ficaram APENAS phynos! Me senti até mais rycah.

Bruschetta

Bruschetta

A outra bruschetta é uma mistura de tomate cereja com anchovas, alcaparras e azeitona preta. MA-RA!

Ingredientes

  • 250 g de tomates cereja cortados ao meio
  • 50 g anchovas em conserva
  • 1 dente de alho picadinho
  • 3 col sopa alcaparras
  • 2 col sopa azeitonas pretas em rodelas
  • 1 pimenta malagueta picada (eu uso a desidratada)
  • lascas de parmesão
  • pimenta do reino a gosto (não é necessário sal)

PRE-PÁRA!

  1. Em uma frigideira quente, refogue as anchovas com o alho.
  2. Acrescente as alcaparras, as azeitonas, os tomates, a malagueta e a pimenta do reino. Refogue apenas até os tomates murcharem, o que acontece muito rápido.
  3. Sirva no pão e decore com lascas de parmesão.

O PÃO PARA BRUSCHETTA: Esfregue alho no pão (geralmente o italiano, como eu não tinha usei um rústico daqui de Portugal, chamado Mafra) e passe azeite por cima. Leve os pães ao forno quente por cinco minutos, no máximo.

Bruschetta

Bruschetta

Versão café-com-leite.

Antepasto de Pimentão

Antepasto de Pimentões

Quando eu era criança, minha mãe sempre comprava pimentões. Eu abria a geladeira, pegava no compartimento de verduras e comia feliz da vida. O negócio era tão sério que minha mãe tinha que guardar tudo já lavado, inclusive cenouras e tomates.

Já deu pra perceber que nunca fui normal, neam?

Fui crescendo, ganhando ~experiência~ mas o amor incondicional pelo pimentão persiste até hoje. Foi aí que um belo dia, meu digníssimo marido, quando ainda pertencia ao status de namorado, emitiu a seguinte heresia: “eu não gosto de pimentão”. Após meu pequeno enfarto, acompanhado de um ataque de pânico, decidi que minha missão de vida na Terra seria fazê-lo gostar de pimentão.

E não foi que ele paxonô no bendito com essa receitinha italiana? Ok, ele (ainda) não come pimentão cru, mas tudo bem, aí já é pedir demais. Mas no meio da comida, assim, temperadinho, no problem!

Lição do dia: não me desafie.

A única coisa que digo é: mesmo que você não goste de pimentão, dê uma chance. Você vai se surpreender. Com um sabor adocicado, esta receita é perfeita como antepasto, para ser servida com torradinhas, ou como petisco e até como acompanhamento.

Bora pra receita:

Ingredientes

1 pimentão vermelho médio

1 pimentão verde médio

1 pimentão amarelo médio (eu não coloquei este porque não encontrei, dai coloquei dois vermelhos mesmo)

1/2 cebola grande

1 alho amassado

1 tomate sem sementes

2 col sopa de açúcar

1 col chá de sal

2 col sopa vinagre balsâmico

1 col sopa de vinagre branco (pode ser de arroz, de vinho branco, de sidra, o que tiver… eu usei de arroz)

azeite

pimenta do reino a gosto

PRE-PÁRA!

Pré-aqueça o forno a 220º. Unte uma forma com bastante azeite.

Corte os pimentões, tomates e cebolas com o mesmo corte. Se cortar em cubos, corte todos em cubos. Se cortar à julienne, corte todos da mesma maneira -eu prefito à julieene. Disponha na forma.

Coloque os temperos, misture bem e leve ao forno. Após vinte minutos, abra, mexa os pimentões para que não queimem e volte ao forno por mais quinze ou vinte minutos.

Retire do forno e sirva. Se sobrar (o que eu duvido), guarde em geladeira em vidro esterilizado com azeite até a metade da conserva por até uma semana.

Antepasto de Pimentões

Petiscos Mexicanos: Guacamole e Sour Cream

Foto de celular porque eu sou sem-vergonha e porque eu tava morrendo de fome.

Foto de celular porque eu sou sem-vergonha e porque a fome só permitiu assim.

O maior problema de quando eu faço mexicano é porque NUNCA, NUN-CA dá tempo de tirar foto com a máquina. Fica todo mundo desesperado para comer, parecendo que tava amarrado há cinco dias.

E SIM, minha toalha é de símbolos japoneses, para quando rola o japa básico aqui em casa, porque era a única limpa. SOU DESSAS.

Estava eu, linda e loira, em pleno sabadão sertanejo, pensando em algo para comer enquanto via a Dilma ser vaiada o jogo do Brasil. Os pré-requisitos eram que demorasse menos de dez minutos, fosse delícia, combinasse com cerveja e fosse delícia. Foi então que veio a resposta divina: mexicano ai caramba!

Eu costumava fazer essas entradinhas quando azamigas vinham pra minha casa perder a compostura. Depois de algumas tequilas e cervejas, o negócio era de Lady Di a Fiona, ladeira abaixo! #saudades

Um super beijo pras minhas alcoólatras preferidas, Cintia Dodge Ram Suelem, Loyanta, Fernanta, Gabs, Carol “CP” e Kathy Bohemia Marques. ;)

Dificuldade: 1, até uma criança faz

Tempo de Preparo: 10 minutos

Serve: 2 pedreiros

Ingredientes

Guacamole

1 abacate maduro

1 tomate

1/2 cebola roxa

punhado de salsinha

sal e pimenta do reino a gosto

suco de 1/2 lima (no Brasil limão tahiti)

1 pimenta malagueta

Sour Cream

125 ml de iogurte natural

200 ml de natas (no Brasil eu uso creme de leite)

suco de 1/2 lima (no Brasil limão tahiti)

pitada de sal

Modo de Fazer

Guacamole: Amasse a polpa do abacate, acrescente os outros ingredientes picados e tempere.

Sour Cream: Misture tudo.

Sirva com muito, mas muuuuuuuuuuito Doritos. Amo/sou.

20130615_210241