Mousse de Chocolate com Pedaços de Chocolate

Mousse de Chocolate com Pedaços de Chocolate

Óia o bullying em plena terça-feira!

Mas a vida é assim mesmo, cheia de gordices que a gente come e depois morre de correr na esteira pra ver se queima mais o peso na consciência do que as calorias.

Mousse de Chocolate com Pedaços de Chocolate

Mousse de Chocolate com Pedaços de Chocolate

C’est la vie.

Mas pra adoçar a vida que anda um tanto quanto amarga, trouxe uma receita que não apenas é campeã, como é CAMPEÃ DAS CAMPEÃS: Mousse de Chocolate com pedaços de chocolate.

De morrer, neam?

Gostaria apenas de deixar claro que mousse de chocolate sem bolinhas no meio não é mousse de chocolate, é Danete. Mas pra fazer essa textura DIVINA, não dá trabalho, believe me. É ~mamão com açúcar~ demoooooooooooooooooooois.

 

Ingredientes (para 4 chocólatras)

  • 200 g chocolate culinário em barra (não é chocolate ao leite, na falta de chocolate culinário use chocolate meio-amargo) + 50 g chocolate picado em pedaços pequenos.
  • 4 ovos, claras e gemas separadas
  • 3 col sopa cheias de açúcar
  • 1/3 col chá de essência de baunilha
  • 1 col sopa cacau em pó
  • 200 ml natas (no Brasil é creme de leite fresco)

PRE-PARA

  1. Em banho-maria, derreta o chocolate em barra. Quando estiver derretido, com o chocolate ainda em banho-maria, acrescente as natas e misture bem até que tudo esteja bem derretido.
  2. Em uma vasilha, bata as gemas com o açúcar até que vire um creme esbranquiçado. Misture a essência de baunilha e o chocolate em pó e misture mais. Combine este creme ao chocolate em barra derretido com as natas. Acrescente os pedaços de chocolate picados à massa.
  3. Em outra vasilha, bata as claras em neve até que estejam firmes.
  4. Muito delicadamente, em movimentos de baixo para cima, combine as claras ao creme de chocolate, até que esteja bem misturado. Cuidado para não tirar todo o ar da massa.
  5. Leve para gelar até que esteja firme ou por no mínimo 2 horas.

Mousse de Chocolate com Pedaços de Chocolate

Mac and Cheese

Mac and Cheese

O post de hoje é pra você, caro amigo solteiro, cara amiga solteira, que mora sozinho e quer pagar de CHEF prozamigue, companheiros, sogra ou até pros pais pra parecer que dá conta de morar sozinho sem viver só de miojo. Porque, PENSE numa comida fácil e gostosa!

Se você não mora sozinho, tipo eu, também pode fazer, afinal todo mundo merece comer comida boa sem esquentar a barriga no fogão por horas!

sexta-noite

A vida, ela é uma brincante.

Ingredientes (para 4 a 6 pessoas)

  • 500 g macarrão tipo “cotovelinho”
  • 150 g bacon picado
  • 2 col + 1 col sopa manteiga
  • 1 col sopa azeite
  • ½ cebola média ralada (opcional)
  • 2 col sopa cheias farinha trigo
  • 500 ml leite
  • 200 g cheddar ou outro queijo da sua preferência
  • pitada pimenta-preta
  • pitada noz-moscada
  • pitada sal
  • 250 g mozzarella ralada
  • ½ xic pão ralado, farinha de rosca no Brasil, aproximadamente (opcional, mas faz diferença)

PRE-PARA

  1. Cozinhe o macarrão conforme instrução da embalagem e pré-aqueça o forno a 220º.
  2. Dissolva a farinha de trigo no leite para ela não empelotar seu molho branco.
  3. Em uma panela fria, coloque o bacon e acenda o fogo em temperatura média e doure o bacon. O motivo de colocar o bacon na panela fria é porque se colocá-lo na panela quente, o bacon selará e a gordura não vai soltar. Na panela fria, a gordura vai soltar.
  4. Após o bacon dourar, tire-o da panela mas deixe a gordura. Acrescente 2 col sopa manteiga e azeite e refogue a cebola.
  5. A seguir, acrescente a farinha de trigo dissolvida no leite e espere ferver. Quando ferver, acrescente noz-moscada e pimenta-preta, abaixe o fogo e espere o molho engrossar (leva 2 minutos mais ou menos).
  6. Quando engrossar, acrescente o queijo, o bacon e 1 col sopa manteiga e desligue o fogo. Acerte o sal, caso necessário.
  7. Agora, acrescente o macarrão (cozido e escorrido, né colega!) e incorpore tudo.
  8. Em uma refratária, disponha o macarrão e a mozzarella ralada por cima. Agora, polvilhe aos poucos o pão-ralado por cima do queijo. Ele fará uma casquinha ~cocrante~ por cima, que ficará +QD+.
  9. Se seu forno tiver a opção grelhar, utilize. Asse por alguns minutos até que o queijo esteja derretido e o pão dourado. No meu forno levou 15 minutos.

Mac and Cheese

Brusqueta (Bruschetta) Clássica e “Tudo depende da consciência das pessoas”

 

Brusqueta Clássica

Itália, TCHIAMU!

Vamos falar de coisa boa? Vamos falar de brusqueta? SE VOCÊ LEU OUTRA COISA, VOCÊ TÁ NO BLOG ERRADO.

Como tradicionalmente já temos feito por aqui, durante a Segunda Sem Carne o post é de receitas veganas ou vegetarianas. E se tem uma receita vegetariana que eu AMO é a brusqueta clássica. A combinação de tomate, azeite, queijo e manjericão é simplesmente genial! Quem resolveu pensar que dava certo…

36545-olha-ta-de-parabens-diapo-1

ô trem bão!!!!

E já que estamos falando da Segunda Sem Carne, como já contei aqui, semana passada eu estive no evento do Dia Mundial da Alimentação organizado pela FAO em parceria com a Calouste Gulbenkian, para discutir o combate ao desperdício. Tive a oportunidade de conversar com o representante da FAO em Portugal, Hélder Muteia, que também já atuou no Brasil por três anos.

Na entrevista, questionei o representante principalmente sobre a questão da pecuária e seus efeitos degradantes ao meio ambiente, aos ecossistemas e até mesmo à saúde (sem falar nos maus-tratos aos animais). O diretor me respondeu que, para atingirmos o equilíbrio do ecossistema, é sim preciso que toda a sociedade consuma de forma mais consciente e altere seus padrões de consumo: “É necessário evitar excessos e revisitar todos os sistemas para sermos mais eficientes e sustentáveis”, comenta. Ainda de acordo com Muteia, esta mudança é sim possível, e como exemplo deu o Reino Unido, que em poucos anos, reduziu drasticamente seu desperdício: “Devemos trabalhar para despertar as consciências. As pessoas estão no comando de tudo, tudo depende da consciência das pessoas.”, pondera.

Realmente, tudo depende da consciência das pessoas. Se eu e você decidirmos que está na hora de mudar o mundo, de mudar as políticas e de mudar a fome, a miséria e o desperdício, ninguém poderá nos impedir. A mudança somos eu e você, colegue!

E para incentivar a diminuição do consumo de carne, vou postar uma receita que NÃO TEM como ser melhor. A clássica brusqueta!

Ingredientes (para 2)

  • 2 pães inteiros ou 4 fatias do pão de sua preferência (eu não lembro o nome do pão que eu usei, sorry :[ )
  • 1 dente de alho descascado
  • 5 tomates picados em cubos
  • 150g mozzarella cortada em cubos ou qualquer outro queijo amanteigado
  • 150 ml azeite extra-virgem DO BOM
  • folhas de manjericão para decorar
  • sal a gosto

PRE-PARA

  1. Em uma tigela, misture o tomate com o queijo. Só tempere com sal na hora em que for montar a brusqueta e servi-la, pois o sal fará com que o tomate solte água.
  2. Grelhe levemente uma das superfícies dos pães, para que eles dêem uma leve tostada mas não cheguem a torrar. Eu fiz na boca do fogão por que não quis esquentar um forno inteiro só para isso.
  3. Esfregue em toda a superfície do pão o dente de alho.
  4. Agora, capriche no azeite. Molhe bem os pães com essa maravilha divina.
  5. Disponha os tomates com queijo já temperados. Capriche na quantidade!
  6. Coloque mais azeite por cima dos tomates para temperá-los.
  7. Coloque folhinhas de manjericão (em duas brusquetas eu fiz um teste e coloquei folhas de orégano frescas, mas não tem nem comparação! Com manjericão fica mil vezes melhor).
  8. Sirva imediatamente.

Brusqueta Clássica

 

Brusqueta Clássica

 

Paella de Frutos-do-Mar

Paella de Frutos-do-MarFrutos-do-Mar, ou Mariscos para os tugas, é uma das maravilhas do mundo gastronômico. Na Paella, é a dignidade dos bichinhos elevada à enésima potência! Acho que se eu pudesse, comeria todos os dias…

Sabe aquela sensação praticamente orgásmica de comer algo que chega dá vontade de ajoelhar no chão e mandar rezar uma missa de tanto que é bom? Pois é, é assim que eu me sinto toda vez que como Paella, tanto de Frutos-do-Mar, com Valenciana, como de arroz negro… Paella, pode vir quente que eu to fervendo pra você, sua linda!

Agora, não vou mentir não. Caso você use mariscos frescos que nem eu, PREPARA pra arregaçar as mangas, porque dá muito trabalho! Mas cada garfada compensa, vai por mim.

Mas caso você queira todo o amor e carinho deste prato sem todo o suor, sempre tem um kit paella num supermercado próximo. ;)

Bora pra receita que a fome tá apertando!

Ingredientes (para 4 pessoas que comem normalmente, ou três pedreiros como os daqui de casa)

  • 500 g polvo
  • 300 g argolas de lulas (usei congeladas)
  • 1 kg mexilhão inteiro
  • 300 g camarão médio
  • 2 folhas de louro
  • pimenta do reino a gosto
  • pitada de cominho
  • 3 col sopa azeite (usei trufado)
  • 1 cebola picada
  • 2 dentes de alho bem picadinhos
  • 3 tomates sem pele picados (usei tomates pelados enlatados)
  • 2 col sopa concentrado de tomate dissolvidos em 4 col sopa de água
  • 120 ml vinho branco
  • 1 e 1/2 xíc arroz parbolizado (em pt vaporizado)
  • 1 col sopa cheia de cúrcuma (açafrão da terra)
  • pitada de pimenta cayenna
  • 600 ml caldo de polvo
  • sal e pimenta preta a gosto
  • suco 1/2 limão (usei siciliano)
  • 1 limão cortado em quatro para enfeitar
  • coentro picado a gosto (eu usei só no meu prato)

PRE-PÁRA!

Faça primeiro os frutos do mar e só depois junte tudo à Paella. Caso você esteja usando o kit congelado, pule direto para o passo 4.

  1. Cozinhe o polvo inteiro em panela de pressão com 1 lt de água, temperado com 2 folhas de louro, cominho e pimenta do reino. Após começar a fazer barulho, deixe por 15 minutos e retire imediatamente. Retire o polvo da água e espere esfriar. Reserve o caldo do cozimento para fazer o arroz.
  2. Para fazer os mexilhões, escove bem a superfície da concha para retirar toda a areia e algas. Cozinhe em água temperada com sal até que se abram. Descarte os mexilhões que não abrirem. Reserve.
  3. Limpe os camarões, retirando a cabeça e a casca. Caso queira, corte-o em borboleta, mas eu não fiz. Não coza.

    Dica: acrescente somente a casca do camarão ao caldo do polvo e deixei fervendo junto, para agregar mais sabor ao caldo.

  4. Em uma paelleira, refogue a cebola e o alho em azeite. Acrescente o concentrado de tomate, o tomate e refogue rapidamente.
  5. Coloque o arroz e frite por alguns minutos. Misture o vinho branco e espere o álcool evaporar. Tempere com cúrcuma, pimenta cayenna, sal e pimenta e acrescente o caldo fervente do polvo.
  6. Quando o arroz estiver quase pronto, acrescente as argolas de lulas congeladas, o polvo cortado em pedaços, os mexilhões já cozidos e os camarões, dispondo como quiser. Acerte o sal. Abaixe o fogo, abafe com um papel alumínio e espere terminar de cozer.
  7. Assim que estiver pronto, desligue o fogo e deixe por mais 2-3 minutos coberto com o papel alumínio.
  8. Retire o papel, esprema meio limão por cima de toda a Paella, decore com os pedaços de limão e sirva imediatamente.

Apenashhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh

Paella de Frutos-do-Mar

Paella de Frutos-do-Mar