Pão de Batata Doce e Chia Vegano

Pão de Batata Doce e Chia Vegano

Eu não sei vocês, mas assim que eu acabar meu mestrado eu vou me dar um mês sabático por que olha… ta fo**. To mais cansada que o pente da Betânia!

Depois de um longo inverno, vim fazer um pit stop bããsico para postar uma receitinha que SEMPRE pinta aqui por casa e que a gente AMADORA: esse pãozinho maravilindo, gostoso, fofinho e, olha que beleza, vegano!

Eu já vi essa receita pela primeira vez no blog da Maira Tavares, desde então, já o vi pipocar em alguns blogs, sendo chamado inclusive de pão de queijo FIT. Na boa, se quer comer pão de queijo, mete um queijo no meio, por que isso não é pão e não parece com pão de queijo. É delicioso, MAS NÃO É pão de queijo.

Toda vez que eu faço esse pão aqui em casa eu tenho que separar a minha parte e a do marido se não ele come a minha. :(((

E como eu to na pressa, não vou enrolar muito com firulas, apenas dou um conselho: FAÇAM E VIVAM FELIZES PARA SEMPRE.

Fim.

Ingredientes (rende aproximadamente 30 pãezinhos)

  • 500 g batata-doce cozida
  • 500 g polvilho doce (pode ser polvilho azedo, mas com o doce a textura fica bem melhor)
  • 120 ml de azeite
  • 2 col sopa chia
  • 2 col chá de sal
  • ½ col sopa cúrcuma (opcional)
  • água – se necessário

PRE-PARA

  1. Pré-aqueça o forno a 180º.
  2. Em uma tigela, misture todos os ingredientes, com exceção da água que você deve acrescentar colher por colher, até dar o ponto. Caso você coza as batatas em água, provavelmente não vai precisar acrescentar mais. Caso coza no vapor (como eu costumo fazer) vai precisar acrescentar um pouco.
  3. Eu separei metade da massa e acrescentei cúrcuma, mas é opcional.
  4. Faça bolinhas e disponha numa assadeira (não precisa untar) por aproximadamente 20 minutos ou até que estejam cozidos (depende de cada forno).

Neste por acaso eu acrescentei menos água do que deveria e ele ficou com aspecto mais sequinho por fora, mas por dentro estava com sabor ótimo!

Pão de Batata Doce e Chia Vegano

 

Pão de Batata Doce e Chia Vegano (2)

Cream Cheese Vegano

 

 

Cream Cheese Vegano

Segunda sem carne é dia de segunda vegana aqui em casa! Ao menos para moi.

Sabe, eu sou meio contra chamar as coisas veganas por nomenclaturas normais. Para mim é quase como falar “pão de queijo sem queijo” ou “bife de berinjela” ou “omelete de linhaça” (que não leva nenhum ovo): tipassim, NÃO FAZ SENTIDO. Mas juro que aqui houve falta de criatividade para dar um nome que refletisse melhor a textura da receita. :(

Esta pasta NÃO É igual cream cheese nem tem gosto parecido, aliás nem de longe. Se você quiser cream cheese com gosto de cream cheese, vá ao supermercado, na sessão perto das manteigas e procure por um potinho escrito “Philadelphia”. Pronto, aí está seu cream cheese. O que esta pastinha tem em comum com a philó é a textura, por isso decidi chamá-la assim.

Mas o fato de não ser igual ao cream cheese ~normal~ não significa que não seja bom, muito pelo contrário!! Ela é uma delícia e você pode fazer mil e uma variações dela. Ideal não somente para veganos mas também para intolerantes à lactose, que venhamos e convenhamos, são muitos.

Ingredientes

Para a base

  • 250g tofu (eu gosto do que tem textura firme – tipo bloco – mas é mole)
  • 1 col sopa biomassa banana-verde (opcional)
  • 1 col sopa azeite
  • sal a gosto
  • água fervente q.b (usei aproximadamente 5 colheres)
  • temperos à sua escolha (usei somente orégano)

versões

  • tomate-seco
  • nozes picadas
  • tomilho
  • manjericão
  • azeitonas pretas
  • mostarda dijon
  • salsa
  • alho
  • limão
  • mix de pimentas

PRE-PARA

  1. No liquidificador, bata todos os ingredientes da base com exceção da água.
  2. Acrescente a água aos poucos, colher por colher, até obter a textura desejada.
  3. Caso queira, faça versões desta pasta, acrescentando sabores à receita base. Já adianto que com nozes ou tomte-seco fica MARAVILHOSAAAAAAAAAAAA.

Yakisoba: versão vegetariana e versão com carne de porco

Yakisoba: versão vegetariana e versão com carne de porco

Yakisoba: versão vegetariana e versão com carne de porco

To numa preguiça de postar hoje que olha, vou te contar… é muito amor mesmo por esse blog.

E aí, como foi o findi?

Sexta passada eu e marido íamos pra uma despedida de uns amigos. Infelizmente acabou não dando então resolvemos fazer nosso happy hour aqui em casa mesmo.

Yakisoba: versão vegana e versão com carne de porco

Marido pediu guaca mole e eu, como boa e prestativa esposa que sou, fiz a bendita. Aproveitei e fiz linguiças adocicadas também, que há anos não rolavam por aqui. Pra completar tostei um pão no forno, só pra dar aquela douradinha e cabou-se.

Não é porque eu gosto de cozinhar que vou ficar horas todos os dias esquentando a barriga no fogão. A gente cozinha mas não é escrava.

E pra completar, teve os maravilhosos vinhos. Na dúvida entre qual dos dois íamos beber, acabamos bebendo os dois, porque nessa casa é contra nossa religião desperdiçar álcool.

O ~pobrema~ é que se tivesse a terceira garrafa ela teria ido também. #AApraQueTeQuero

Mas foi uma boa noite. A gente tem que aproveitar enquanto não vem pirralhos, neam?

Sobre o Yakisoba, vou explicar porque existem duas versões dele. Bom, hoje é Segunda Sem Carne e eu comprei um tofu BBB ontem já pensando em usá-lo hoje. Só que, marido não curte tofu. Na realidade eu acho que ele nunca provou, mas sabe como é criança, né. Não conhece mas diz que não gosta.

Daí, como eu tinha que pensar em um prato que desse pra usar tanto tofu quanto carne de porco, eu pensei no Yakisoba! O processo todo foi mais demorado porque tive que fazer duas coisas ao mesmo tempo (tofu e carne de porco) e não pude fazer misturado, como gostaria. Caso você opte por uma das versões e faça ou a carne ou o tofu juntamente com os vegetais, ficará muito mais gostoso.

O ideal para fazer este prato é ter uma wok. Mas quem não tem cão caça com gato e a gente faz na frigideira mesmo. :D

Ingredientes

  • 60 g de tofu do tipo rijo mas que não é totalmente duro cortado em cubos grandes OU
  • 2 bifanas (que aqui em PT é bife de porco) cortadas em tiras
  • 6 col sopa óleo de gergelim
  • ½ cebola grande picada em pedaços grandes
  • 2 dentes de alho
  • ½ cenoura picada à julienne (tiras finas)
  • ½ maço de brócolis cozidos
  • 3 cogumelos frescos picados
  • ½ pimentão vermelho picado em cubos grandes
  • 100 g de macarrão tipo meada (o macarrão chinês é melhor, mas eu não tinha) *lembrando que para uma versão vegan o macarrão não pode conter ovo
  • ½ xíc shoyu (mas eu usei pouco, para ter uma versão com menos sódio; você pode acrescentar mais)
  • sal e pimenta preta moídos na hora a gosto
  • pitada de alho em pó
  • ½ pimenta malagueta picada (opcional, usei só no meu)
  • 1 cebolinha picada
  • gergelim para finalizar

PRE-PARA

Como preparar yakisoba com tofu:

  1. Coloque o macarrão pra cozer em água e sal.
  2. Em uma frigideira, aqueça duas colheres de sopa de óleo de gergelim e coloque o tofu. Tempere com shoyu, pimenta preta e alho em pó. Deixe dourar de todos os lados e reserve, pois o tofu desmancha facilmente e deve ser retirado do fogo durante o restante do processo.
  3. Acrescente mais 2 col sopa de óleo e refogue cebola e alho. A seguir, acrescente a cenoura e tempere com 2 col sopa de shoyu e pimenta preta. Acerte o sal e acrescente o brócolis. Coloque mais 2 col sopa shoyu e refogue por alguns minutos, até incorporar sabor.
  4. Agora, acrescente o pimentão e espere murchar um pouco, o que não demora muito (coisa de 3 minutos). Por fim, sempre mexendo, misture os cogumelos e mexa até que eles também murchem. Por fim, misture o macarrão e volte o tofu, misturando. Acerte o sal, acrescente mais 3 col sopa de shoyu e pimenta preta.
  5. No prato, finalize com malagueta picada, cebolinha e gergelim.

Como prepara yakisoba com carne de porco:

  1. Coloque o macarrão pra cozer em água e sal.
  2. Em uma frigideira, aqueça duas colheres de sopa de óleo de gergelim e frite a carne. Tempere com 2 col sopa de shoyu, pimenta preta e alho em pó. Frite até dourar.
  3. Sem tirar a carne da panela, repita o processo a partir do passo 3.

Pra ser bem, bem, bem sincera, eu teria que ter usado mais shoyu, mas marido tem tendência a ter pressão alta e por isso eu não curto exagerar no sal. Mas caso queira, acrescente mais e, pro líquido ficar grossinho, é só dissolver 1 col sopa de maizena em um pouco de shoyu, misturar no molho e mandar ver. ;)

Yakisoba: versão vegetariana e versão com carne de porco

Yakisoba: versão vegetariana e versão com carne de porco