Como dessalgar bacalhau

Bacalhau

Foto cretina mas é o que tem pra hoje.

Ó pá!

Estou devendo este post desde a receita da Salada de Bacalhau com Grão de Bico. Antes tarde do que nunca, neam?

Este post vai ter dicas úteis e práticas para aqueles que, assim como eu, nunca tinham dessalgado um bacalhau. Nada mais fácil, confiem na titia.

A consultoria é do maior conhecedor de bacalhau que eu conheço: o senhor meu pai. Ele é brasileiro, mas faz um bacalhau melhor do que muito português! Com todo respeito, é claro.

  1. Quando comprar um bacalhau seco inteiro, peça para cortarem em pedaços. Assim ficará muito mais fácil dispô-lo na travessa.
  2. Lave bem o bacalhau em água corrente para retirar o excesso de sal.
  3. Coloque os pedaços em uma travessa que possa ir à geladeira com a pele virada para cima.
  4. Coloque água gelada na travessa até cobrir todos os pedaços. Eles devem ficar totalmente imersos na água.
  5. Leve para a geladeira, coberto com um papel filme ou papel alumínio – o filme é melhor para vedar o cheiro e não deixar que sua geladeira fiquei inteira cheirando a peixe: NOT NICE.
  6. Troque a água no mínimo duas vezes ao dia – três é melhor.
  7. A regra é: para cada centímetro de altura que o pedaço tenha, um dia de dessalgue. ~OU SEJE~, se um pedaço ou posta tiver três centímetros de altura, ele levará três dias; se tiver dois centímetros, levará dois dias.
  8. Após o período, retire uma lasca para ver se já está bem dessalgado.
  9. Quando um pedaço estiver já dessalgado, retire-o da água e seque-o com papel-toalha. A seguir passe azeite em toda a sua superfície, para que ele não fique seco após descongelar. Coloque cada pedaço em plásticos tipo zip-loc (ou caso não tenha, em plástico normal, limpinho) e congele.

Update: Após o dessalgue, o bacalhau ganha até 40% mais volume. Vale muito a pena!”

  1. Bacalhau

    Bacalhau

    Um bacalhauzinho sempre que quiser, ó pá!

MasterChef Australia S02E05 – Masterclass

MasterChef Australia S02E05 Masterclass

Quem me conhece, sabe. Eu sou ALOKA do MasterChef Australia. Já vi todas as temporadas (com exceção da última, que estou acompanhando). Apesar do Gordon participar do MasterChef USA, o programa não chega nem aos pés da versão australiana, por alguns bons motivos:

  1. Os competidores tem um nível muito maior de conhecimento, experiência e se arriscam muito mais na composição dos pratos;
  2. A versão americana tem os “dramas” que a tv americana adora mostrar, enquanto a versão australiana é focada na cozinha, que é o que me interessa. Não quero ver picuínha entre participantes, quero ver mão na massa;
  3. Cada temporada tem quase 80 episódios, contra uma média de 24 da versão americana;
  4. Os chefs-juízes ensinam muito mais do que na versão americana;
  5. Gary, George e Matt são muito legais, engraçados e divertidos, enquanto que na versão americana eu só gosto do Gordon mesmo;
  6. Chefs renomados mundialmente participam da versão australiana, mostrando técnicas e receitas;
  7. Morro de vontade de conhecer a Austrália só por causa do programa;
  8. Todo mundo que participa é legal, desenvolvi a teoria que todos os australianos são queridos, hospitaleiros, divertidos, sem preconceitos, felizes e muito legais, só por causa do programa!
  9. Por fim, a versão australiana tem o Masterclass, que são episódios onde os chefs mostram técnicas, receitas e dão dicas: ou seja, é uma aula de culinária gratuita com chefs muy fuedas!  Para quem curte cozinhar, é uma maravilha!

Dito isto, uma das desvantagens é que a falta de legendas exclui muita gente de assistir os episódios e entender as dicas, infelizmente. :/

Eu comecei a reassistir as Masterclasses, já que esqueci muitas das coisas vistas. Resolvi assistir como uma aluna, anotando as principais dicas em um caderno para que pudesse revisitá-las depois. E foi aí que Santa Cher me deu uma luz e pensei: “porque não compartilhar?”

Então os posts que virão a seguir são as minhas principais impressões sobre o que foi aprendido, durante todos os programas. A temporada 1 já foi vista, mas prometo voltar a ela algum dia para compartilhar com vocês.

Espero que realmente gostem desse tipo de post! :)

Dica 1: Vegetais devem ser cozidos em uma mínima quantidade de água, ou ficam com aquele aspecto molenga. E sempre os tampe quando estiverem cozendo, para fazer vapor.

Dica 2: Fazer uma emulsão nada mais é do que misturar líquido e óleo. A emulsão pode ser feita, por exemplo, entre manteiga e água, óleo e água, vinagre e óleo. Sabe quando a gente coloca óleo na água que vai cozer o macarrão? Pois é, a gente faz uma emulsão e não sabe.

Dica 3: Adicione texturas ao prato. Se a salada é de folhas, coloque castanhas. Ex.: Gary fez uma salada de legumes cozidos e adicionou pistaches e uma folha crocante de batata.

MasterChef Australia S02E05 Masterclass

MasterChef Australia S02E05 Masterclass

 

Sobre churrasco, existem muitas maneiras de se preparar um steak, cada um faz como acha melhor. Tem chefs que só temperam a carne depois dela assada, tem chefs que temperam antes, outros ainda temperam enquanto ela está grelhando. Mas algumas dicas são universais:

Dica 4: O fogo tem que estar alto, mas nunca ridiculamente alto; do contrário, ele queimará a carne e ela estará crua por dentro.

Dica 5: Trabalhe de um jeito metódico, para não se perder no tempo.

Dica 6: Aprenda como fazer uma carne mal passada (rare), Meio mal passada (medium rare), ao ponto (medium) e bem passada (well done). Tudo tem a ver com o tempo de cozedura, que só se aprende na prática.

Dica 7: Ao grelhar um bife, jamais fique virando ele a toda hora.

Dica 8 (minha): Tenha SEMPRE um relógio à mão quando for preparar um bife, para saber exatamente a quanto tempo ele está grelhando.

 Masterchef Australia S02E05 - Masterclass

Dica 9: Como limpar uma lula (squid).

Dica 10: Cozinhe sempre a parte de dentro da lula.

Masterchef Australia S02E05 - Masterclass

Masterchef Australia S02E05 - Masterclass

Dica 11: Não tenha medo de misturar sabores. Ex: George fez uma sobremesa de framboesa com gelatina, folhas baby de manjericão e champagne. Pra mim parece deliciosa!

Masterchef Australia S02E05 - Masterclass

Para quem quiser acompanhar o episódio de MasterChef Australia, S02E05 Masterclass, este é o link no youtube

Como Cortar Cebola, Tomate e Pimentão

Praticidade é tudo nessa vida né minha gente. Nada de perder horas pra cortar uma cebola que ninguém tá aqui pra ser escrava da cozinha pfffffffffffff

A verdade é que, como tudo na vida, a prática leva à perfeição. Eu vou pra cozinha praticamente todos os dias, então é claro que eu corto cebola muito mais rápido que meu marido, que só vai uma vez na vida e outra na morte. E com o dia-a-dia a gente vai desenvolvendo técnicas também, jeitinhos e maneiras que nossas habilidades se desenvolvem melhor.

Hoje eu vou mostrar como EUZINHA DA SILVA faço para cortar esses três ingredientes. Sinta-se à vontade para testá-los (ou não) e ver se se adaptam a você.

Favor não reparar na montagem tosca do paint com fotos do celular. Eu devia ter feito um vídeo, mas tenho mãos tímidas.

Adendo: uma faca cega ou mal afiada tem mais riscos de lhe machucar (porque você precisa usar da força) do que uma faca bem afiada. 

Cebola

Como cortar cebola1. Após retirar a casca e lavar a cebola, corte a parte do fundo dela.

2. Corte a cebola ao meio.

3. Caso queira fazer à julienne (a famosa meia-lua) ponha os dedos de forma que as pontas não encostem na faca. Assim você pode cortá-las do mesmo tamanho sem se machucar.

4. Corte até o final da cebola e pronto!

5. Caso queira picá-la em cubos, primeiramente corte diversas vezes na horizontal, deixando um espaço entre um corte e outro.

6. Em seguida faça cortes verticais, deixando espaço entre um corte e outro.

7. Repira o processo da foto 3.

8. CABÔ.

Tomate

Como cortar tomate

 

1. Ponha a parte de cima para baixo e corte o tomate ao meio.

2. Corte cada metade em dois, ficando com quatro partes iguais.

3. Retire com a ponta da faca o meio e as sementes.

4. Repita o processo em todos os lados.

5. Com a ponta do dedo, retire as sementes restantes e corte como quiser.

Pimentão (Pimentos em Portugal)

Como cortar pimentão

 

Essa é uma dica do meu amado, idolatrado, salve-salve Gordon Ramsay.

1. Corte o cabo do pimentão e deixe-o com a parte de cima virada para baixo.

2. Em movimento cuidadoso, faça corte de cima para baixo, no sentido do comprimento.

3. Repita o processo em todos os lados.

4. Agora corte como quiser.

 

 

Passo a Passo: Pimentão Defumado

Pimentão Defumado

Não é feitiçaria, é tecnologia!

Uma faixa bônus porque hoje eu to animada.

Se eu curto pimentão cru, imagina defumado. Sou da opinião que tudo que seja defumado ou que acompanhe Nutella fica bom. Não tem como não amar.

Eu fiz esse passo a passo pra facilitar a explicação. É tosco, demonstra toda a minha desenvoltura no ~paint~, mas é de coração.

Na verdade, não tem segredo. Digamos que a imagem é auto-explicativa. :P

1. Coloque o pimentão direto na boca do fogão, em chama alta mesmo e deixa queimar bem. Daí você pensa: FO***, mas calma, que tudo vai dar certo.

2. Vai queimando todos os lados, aos poucos. ESPETA O PIMENTÃO COM UM GARFO, PELAMORDI. Não vai pegar no bicho direto e ganhar uma queimadura de quinto grau.

3. Cuidado com o líquido que sai, porque tá quente pra chuchu. O pimentão tem que ficar bem torrado mesmo.

4. Leve em água corrente até sair toda a pele queimada e VOILÁ! Seu pimentão defumado está pronto em menos de cinco minutos. :)

Eu usei meu pimentão em salada com alface e mozzarella de búfala, temperado com azeite, sal e limão (siciliano). Supimpa!

Pimentão DefumadoUpdate: Uma das leitoras (beijo tia Luma!) me ensinou que é melhor usar papel toalha ou pano de prato para limpar o pimentão, ao invés da água. Isso porque a água “encharca” o pimentão, faz ele ficar mais aguado. Da outra maneira dá um pouco mais de trabalho, mas em compensação ele fica mais gostoso. #ficadica Obrigada mais uma vez! :D