Panquequinhas Integrais de Milho com Maionese de Abacate Vegan

Panquequinhas integrais de milho com maionese de abacate

Panquequinhas integrais de milho com maionese de abacate

Não sou dessas pessoas que tem muito tempo; não mesmo. Aliás, o que me falta na vida é tempo para fazer tudo o que eu quero/preciso. Por isso, quando eu tenho um almoço delicioso pronto em questão de 20 minutos, podem ter certeza que a felicidade, meus amigues, ela é plena.

Panquequinhas integrais de milho com maionese de abacate

De vez em quando essas panquequinhas figuram aqui em casa. Elas são deliciosas e podem ser feitas com absolutamente qualquer vegetal: brócolis, cenoura, ervilha, milho… Qualquer um, que não solte água como o tomate, serve para essa receita. Hoje eu apresento a vocês as panquequinhas com o que eu tinha na minha despensa: milho e um abacate que estava em vias de ser devorado pelos fungos.

Ah, a maionese de abacate é vegan. Mais uma saladinha para acompanhar e é só correr para o abraço, digo, almoço.

Ingredientes:
Para as Panquequinhas:

  • 150g de farinha de trigo integral
  • 1 colher (chá) de fermento em pó químico (para bolo)
  • ½ xícara de água em temperatura ambiente
  • 2 ovos
  • 1 xic de milho/ervilha/brócolis/cenoura (pode ser da espiga, pode ser de lata)
  • ½ cebola pequena picada em cubos
  • pitada de pimenta calabresa
  • 3 col sopa de ervas picadas (salsinha e coentro ou os dois)
  • sal e pimenta do reino moída na hora
  • óleo de girassol, para fritar

Para a Maionese:

  • 1 abacate bem maduro
  • azeite (o bastante até dar o ponto)
  • suco de ½ limão
  • sal e pimenta do reino moída na hora
  • Opcional: pimenta picadinha para ficar ‘ardente’

PRE-PARA

Panquecas:

  1. Em uma tigela, misture a água e os ovos, batendo bem.
  2. Em seguida, acrescente a farinha de trigo integral, o sal, a pimenta e o fermento.
  3. Por último, adicione o milho, a cebola, a pimenta e as ervas, misturando gentilmente.
  4. Em uma frigideira quente, adicione um fio de óleo. Com duas ou três colheres de sopa, vá fazendo panquequinhas na frigideira, formando “montinhos”. Deixe fritar por 1-2 minutos, até que esteja bem dourada e firme.
  5. Vire do outro lado e espere dourar.

 

Maionese:

  1. No liquidificador, adicione o abacate, o limão, o sal e a pimenta. Comece a bater e vá acrescentando o azeite, até que a misture fique com consistência cremosa, tipo maionese.

Panquequinhas integrais de milho com maionese de abacate

Patê Vegano de Castanha-de-Caju com Castanha-do-Pará

Patê Vegano de Castanha-de-Caju com Castanha-do-Pará

olaR

Como.vocês.estão?

Fazia tempos que eu não postava uma receitinha vegana por aqui, neam? A #SegundaSemCarne andava mais pra lá do que pra cá, mas hoje ela está de volta!

Essa receita é um patê que adoro e sempre aparece por aqui, principalmente no pequeno-almoço, mas tenho que confessar que eu não inventei a roda. A receita original é essa aqui da Sandra Guimarães, do Papa Capim, um site delicioso recheado de comidinhas veganas e boas histórias. Se não conhece, vale a pena conferir!

Como sempre, eu fiz muitas adaptações da receita original. Na verdade, eu peguei o princípio da receita, adaptei e diminui as quantidades (a receita original faz uma quantidade enorme e como seria para uma só pessoa seria muito patê e iria estragar) dei uma simplificada e transformei nessa aqui que vos apresento hoje. Trabalho? Quase nenhum. Sucesso? Garantido!!

Ingredientes

  • 1 xic de castanhas-de-caju não torradas e sem sal
  • 10 unid de castanha-do-Pará (já substituí por amêndoas e deu certo)
  • 2 col chá de pasta de missô
  • água a gosto
  • suco de 1 limão pequeno (ou a gosto do freguês)
  • sal a gosto

PRE-PARA

  1. Deixe as castanhas de molho por pelo menos 12 horas em água suficiente para cobrir.
  2. Descarte a água do molho e leve as castanhas ao liquidificador juntamente com o missô até que vire uma mistura homogênea. Acrescente colheradas de água aos poucos para fazer o patê, mas vá com calma para não acrescentar demais.
  3. Quando estiver tudo bem batido (você provavelmente vai precisar parar o liquidificador para mexer com a colher durante o processo) coloque a massa em recipiente de vidro e leve a um local escuro (dentro do forno ou microondas, por exemplo) para fermentar por 24 horas.
  4. Após este tempo, acrescente sal e limão a gosto, misturando mais. Para misturar bem, usei liquificador de mão ou, como chamamos em Portugal, varinha-mágica.
  5. Só devorar. De acordo com a Sandra, o queijo se conserva por uma semana na geladeira.

O patê tem gosto de queijo? Para mim não, para a minha mãe sim. Depende muito do paladar. Mas ainda que não se pareça com queijo, o gosto é uma delícia. :)

Patê Vegano de Castanha-de-Caju com Castanha-do-Pará

Falafel

Falafel

Hoje é segunda, dia da minha, da sua, da nossa SEGUNDA SEM CARNE!!

Falafel

Dancinha da alegria

A #SegundaSemCarne é uma oportunidade para pessoas não vegetarianas como nós de experimentarmos passar um dia sem carne. Pra você que acha que um dia não faz diferença, olha só:

Falafel

Fonte: Facebook Segunda Sem Carne

Imagina o impacto mundial se todo mundo passar ao menos um dia sem carne? Não custa nada pra você e muito pro planeta.

A receita de hoje é um clássico da comida árabe: Falafel. Para quem não sabe, a receita original deste bolinho é vegana. Nem parece, né?

Ela é muito campeã aqui em casa. Toda vez que eu faço, tenho que separar a minha parte porque o marido come ENLOUQUECIDAMENTE. #orgulhinho

Ingredientes (para duas pessoas)

  • 2 xic grão de bico
  • 1 cebola picada
  • 3 dentes de alho picados
  • ½ xic salsinha ou coentros
  • sal e pimenta preta a gosto
  • 1 col chá sementes de cominho trituradas (ou cominho em pó)
  • 1 col chá sementes de coentro trituradas
  • pitada pimenta cayena
  • suco de ½ limão
  • 3 col sopa azeite
  • 3 ou mais col sopa farinha de amêndoas, ou farinha de rosca (pão ralado) ou farinha de trigo
  • óleo para fritar (opcional)

PRE-PARA

  1. Deixe o grão de bico imerso em água suficiente para cobri-lo por no mínimo 8 horas. Descarte a água e triture o grão em processador (o grão deve ficar totalmente triturado, sem pedaços. Este processo pode demorar e se seu processador não for bom como o meu, faça aos poucos).
  2. Acrescente os demais ingredientes, com exceção da farinha que estiver usando.
  3. Acrescente farinha aos poucos, até que dê liga para moldar, isto é, até que você consiga fazer uma bola com as mãos. Cuidado para não acrescentar farinha demais e a massa ficar muito seca, acrescente apenas o suficiente.
  4. Leve a massa à geladeira por aproximadamente 1 hora, para firmar.
  5. Frite em óleo bem quente ou, como eu fiz, leve para assar em forno pré-aquecido a 220º, até que os bolinhos estejam dourados.

Sugestões de acompanhamento: molho de iogurte e hortelã, baba ganoush, hummus.

Vai dizer que tem desculpa pra não fazer falafel?? NENHUMA!!

Antepasto de Berinjela

Antepasto de Berinjela

Que berinjela é vida, todo mundo sabe. E se você não sabe, pode tratar de saber. Uma das verdura (?) mais versáteis que existe, além de muito nutritiva ela é pau pra toda obra.

A beri sempre dá o ar da sua graça por aqui, tamanho o amor que temos por ela aqui em casa. Ela é uma fofa! E como apesar de escrava da dissertação eu não largo da sexta-feira do happy hour, aí vai uma receitinha que combina maravilhosamente bem com aquela cerva bem gelada, que aqui a gente não brinca em serviço não!

Sexta-feira é sagrada, na minha religião. Não, pera…

Ingredientes

  • 1 berinjela grande ou duas pequenas
  • 1 cebola grande (tanto faz se for a roxa ou a normal)
  • 250 g tomate-cereja
  • 5 dentes de alho cortados em fatias finas
  • ½ a ¾ de xic de azeite (depende do quanto você gostar de azeite em antepastos, eu usei ¾)
  • 2 col sopa vinagre branco (usei de arroz)
  • 2 col sopa vinagre balsâmico
  • ½ col sopa orégano seco
  • 1 col chá tomilho seco (ou outra erva de sua preferência, como alecrim, tomilho
  • 1 col chá sal
  • 1 ½ col sopa açúcar (para uma versão mais light – ou menos gorda – eu usei a mesma quantidade de adoçante culinário e deu super certo)

PRE-PARA

  1. Pré-aqueça o forno a 180º.
  2. Em uma assadeira, coloque metade do azeite. Coloque alho, tomate cortado ao meio e berinjela e cebola cortados em cubos. Tempere com os vinagres, as ervas secas, sal e açúcar.
  3. Leve para assar por aproximadamente 30 minutos, abra o forno, mexa, prove o tempero e acerte o sal caso necessário e volte a assar por mais 30 minutos.
  4. Coloque em uma torrada e seja MUITO feliz.

Antepasto de Berinjela

 

Salada Caprese Vegana e Desconstruída

Salada Caprese Vegan e Desconstruída

Hola, muchachos!!!

Ando meio sumida como sempre. Já nem vale mais a pena falar que espero que melhore porque as coisas só tendem a piorar! hahahahaaha

Que bad.

Que bad.

Mas tentando voltar à programação normal, vou postar uma receita vegan para o nosso Meat Free Monday ou Segunda Sem Carne.

Fiz uma versão adaptada para não usar nenhum ingrediente de origem animal, incluindo o MUSO tofu. Muita gente fala que tofu é horrível, mas vou dizer uma coisa pra vocês: a receita que era podre. Tofu não tem gosto de nada e preparado do jeito certo fica com gosto do que você temperar. Então bora logo parar com o preconceito contra o pobre do bichinho que sempre leva a culpa das péssimas mãos cozinheiras e vamos usá-lo mais na nossa hell’s kitchen.

No mais, salada caprese é uma receita totosa e que é sempre campeã, ainda mais no calor Catariano que tem feito ultimamente. Eu já postei a versão normal uns tempos atrás (link aqui) mas hoje vai a versão descontruída, que até o Gordon ficaria orgulhoso.

Ou não. D:

Ou não. D:

Mas deixando o chefe rabugento que a gente tanto ama de lado, você me pergunta: tia Stéfanie, tem como desconstruir uma receita clássica?? Para tudo nessa vida dá-se um jeito, jovem padawan. E sim, você DEVE. :)

Ingredientes (para um)

  • 2 tomates médios ou 100 g de tomate-cereja cortados ao meio
  • 100 g tofu
  • 1 col chá de óleo de coco ou o de sua preferência
  • ½ col chá de cúrcuma (mais conhecido como açafrão-da-terra)
  • sal e pimenta do reino/preta a gosto
  • 1 col café de alho em pó
  • 12 fohas de manjericão
  • 1 dente de alho
  • 2 castanhas-do-Pará
  • 2 col sopa azeite de oliva
  • sal a gosto

PRE-PARA

  1. Em uma frigideira, aqueça o óleo de coco e coloque os tofus para grelhar. Tempere com sal, pimenta, cúrcuma e alho em pó. Deixe dourar de todos os lados. Reserve.
  2. Corte os tomates em fatias finas (ou os tomates-cereja ao meio) e disponha em um prato.
  3. Prepare o nosso semi-pesto (para uma versão vegetariana, você pode preparar o pesto normal que já ensinei aqui) misturando em mixer ou almofariz: manjericão, alho, castanhas-do-Pará, azeite e sal.
  4. Tempere a salada e seja feliz!

Mais fácil que mandar um beijinho no ombro pro recalque:

Salada Caprese Vegan e Desconstruída (3)

Salada Caprese Vegan e Desconstruída (3)