Sanduba Nutritivo

Sanduba Nutritivo

Tão pensando que travesti é bagoooooonçaaaa???

Não é porque é sanduíche, que só tem porcaria!

Eis que eu me deparo com pouco tempo para preparar meu almoço, e tinha duas opções: ou comia qualquer coisa na rua ou fazia um sanduba em casa, daqueles com muita coisa pra dar a ~sustança~, afinal sou uma proletária filha de Deus. Dúvidas de qual escolhi?

Entendam bem, nada contra comer na rua e eu mesma faço isso de vez em quando, mas sempre que puder evitar, estômago e bolsos agradecem.

Chega a ser vergonhoso eu colocar isso como receita, mas fico como *INSPIRED* pros colegues que, assim como eu, não tem tempo todos os dias pra preparar a marmita nossa de cada dia.

Vemnimim!

Vemnimim!

Ingredientes (para um sanduba)

  • 2 fatias de pão da sua preferência (eu usei de gergelim/sésamo integral)
  • 1 col sopa bem cheia de Hummus
  • 5 tomates secos
  • 1/2 posta de salmão
  • 2 col sopa shoyo
  • folhas de agrião

PRE-PÁRA!

  1. Tempere o salmão com o shoyo.
  2. Em uma frigideira bem quente, asse o salmão por 1 min de cada lado. Eu gosto do salmão cru por dentro, caso você não goste, deixe 2-3 min de cada lado.
  3. Monte o sanduíche, colocando em um dos pães o Hummus, depois as folhas de agrião, em seguida o tomate seco e, por último, o salmão.
  4. Seja feliz com seu sanduba lindo e nutritivo!

Se quiser, tempere as folhas de agrião com sal na hora em que for comer. Se você colocar o sal antes, ele vai desidratar as folhas e não vai ficar legal.”

Sanduba Nutritivo

 

Sanduba Nutritivo

Anúncios

Chapéu e Avental das Leitoras

Chapéu e Avental dos Leitores

Das leitoras, porque só deu mulherada nessa first edition! Todas lhendas e sedutivas, ahazando no fogão!”

Certeza que vocês tavam com saudades das minhas montagens maravis do paint, né não???

Volta e meia eu recebo fotos das pessoas que fizeram uma receitinha do blog, e porque não postá-las, neam? Nada mais justo, afinal, vocês é quem me dão ânimo pra continuar postando sempre, suas dyvas and dyvos!

Eu fico muito, mas muuuito feliz quando alguém vem me dizer que visitou o blog e fez uma das receitinhas, é realmente muito gratificante. E se você fez uma receita e quer compartilhar com a gente, manda pra cá que isso aqui é a casa da tia Stéfanie! É só chegar!

Você pode mandar pro hatandapron@gmail.com, instagram: @stefaisk, página do face Hat and Apron, twitter: @stefaisk e até por sinal de fumaça e sedex tão valendo!

  • A Loyana Camelo, aka @loycamelic no IG, fez o Leite de Avelã (foto 1) e a Barrinha de Cereal (foto 2).
  • A Fernanda Gonçalvez, aka @fernandagoncalve no IG, fez a Massa de Wrap em duas versões, com recheio salgado e doce (fotos 3 e 4).
  • A Aline Gall, aka @alinegall no IG, fez a Panqueca Americana, com uma calda de maçã (foto 5) que deve ter ficado MA-RA!!!!
  • E last but not least, minha querida Deia, aka @deia_goes no IG, fez o Tabule de Quinoa, (foto 6) numa super produção!

Gente, muito obrigada pelo carinho e por mandarem as fotos, e não parem por aí! Mandem sempre que eu vou postando por aqui! ;)

Lasanha de Bacalhau

Lasanha de Bacalhau

Mamma mia!!!

Hola, que tal? Como anda a malta?

O meu fim-de-semana basicamente se resumiu em: gordisses, cama e mais gordisses. Ou ~SEJE~ venci na vida!

Mas eis que no meio do caminho pegue uma baita, mas uma baaaaita gripe. As temperaturas baixaram, o combo rinite + sinusite ressurgiu das cinzas, e eu to com os quatro pneus arriados. Cê-la-ví.

Agora é chá de mel com limão, gengibre e alho pra que te quero. Sei que parece horrivi, mas acreditem, alfarroba é pior. E por falar nela, gente, alguém sabe como fazer pra esse troço ficar comível??? Olha que eu sou natureba e atoron tudo que é natural e panz, mas ô troço horroroooooooooooooooooooooooooooooooso! Não consigo fazer isso ficar bom de um jeito em que eu não tenha que meter muita gordisse no meio. E a ideia do troço é justamente substituir o chocolate, mas esse quengo não lembra nem da lua chocolate! Chamem o bopeeeee!!!!!

#chatiada

Odeio desperdício e detesto jogar comida fora. Aliás, muitas vezes eu como o negócio que tá ruim mas não jogo no lixo, mas fiz um bolo de alfarroba esse fds que ficou simplesmente INTRAGÁVEL. To tentando comer mas tá fueda, acho que infelizmente ele vai ter de ir pro lixo :~~~~~~~~~~~~~~~~~

Já nem to podendo ouvir a palavra alfarroba que tenho reações do tipo:

Bleeeeeeeeeeeeeergh

Bleeeeeeeeeeeeeergh

Bem, mas vamos ao que interessa porque isso aqui já virou casa da mãe Joana, neam?

Bora pra receita.

Ingredientes (para 2 pessoas, forma pequena – dobre a receita se a sua forma for em tamanho médio a grande)

  • 2 col sopa cheias de manteiga
  • 1 cebola picada
  • 2 col sopa farinha de trigo
  • 500 ml de leite
  • 500 g bacalhau dessalgado e desfiado
  • pitada de noz moscada ralada na hora (atenção, coloque aos poucos, pois noz tem gosto forte, ainda mais moída na hora)
  • pitada de pimenta do reino moída na hora
  • pitada de sal
  • massa de lasanha fresca
  • 250 g queijo mozzarella ralado (ou mais, caso queira)

PRE-PÁRA!

  1. Em uma panela, derreta a manteiga e refogue a cebola até ficar transparente. Adicione a farinha de trigo e coza por 1 minuto.
  2. Adicione o leite aos poucos para não empelotar. A seguir, coloque o bacalhau, a noz e a pimenta e mexa até o caldo engrossar. Ao final, adicione sal caso necessário (mas não coloque muito, pois o queijo vai ajudar a salgar o prato.
  3. Em uma refratária, monte da seguinte maneira: uma camada de molho branco, outra de queijo e por último a massa, intercalando até acabar o molho, com a última camada em queijo.
  4. Leve para assar por 10-15 min e deixe gratinando por 3 min, aproximadamente.

Lasanha de Bacalhau

 

Lasanha de Bacalhau

Frango Africano

Frango Africano

Eis que chega sexta-feira, essa lheeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeenda, que eu to amando mais do que nunca, uma vez que voltei a ser uma proletária que bate ponto.

Oh yeah, babe!

Oh yeah, babe!

Infelizmente minhas experiências gastronômicas estão mais escassas, agora ando fazendo qualquer coisa rapidamente, normalmente depois das 20h. E a luz da minha casa não favorece fotos noturnas nem um pouco. #chatiada

Inclusive ontem fiz um sandubão muito do seu gostoso, mas vou ter que fazer um repeteco pra poder postar, já que no momento ele se encontra em um local muito escuro e profundo, aka meu estômago.

E como se eu já não bastasse casa-trabalho-marido-mestrado-blog pra cuidar, ainda inventei uma aula de alemão duas vezes na semana HAHAHAHAHAHAHA Eu realmente não bato bem!

Mas né, a gente faz o que pode pra se organizar. Enquanto isso deixo vocês com uma receita que inicialmente ia ser thai mas virou africana! Whaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaattttttttttt?????

Calma que eu explico. Eu tava pensando em fazer um frango tailandês, picante, com leite de coco e coisital, mas sabe quando os ingredientes vão se juntando e tomando outro rumo??? Vai te dando vontade de acrescentar outros ingredientes não planejados porque o prato tá pedindo??? Quando vi, estava fazendo um prato inspired na culinária africana. E quer saber?? Fez a alegria do meu domingo!!!

Sabe comida com sustância? Comida de pedreiro, que te dá energia pra levantar muro durante uma tarde inteira? Pois é, essa receita é tipo isso. Sei nem como eu não tive pesadelos durante a noite, uma vez que jantei este prato…

Ingredientes (para duas pessoas)

  • 4 pernas inteiras de frango (4 coxas e 4 sobrecoxas)
  • 8 col sopa óleo (usei de soja)
  • 1 cebola inteira
  • 2 dentes de alho picados
  • 2 tomates picados
  • 1 col sopa concentrado de tomate
  • 5 quiabos
  • 1/6 col chá pimenta caiena (pq meu marido é café-com-leite pra pimenta, eu por mim teria colocado mais)
  • ½ col sopa curcuma (açafrão da terra)
  • ¼ col chá de paprica
  • 2 folhas de louro
  • Sal e pimenta do reino a gosto
  • ½ litro de caldo de galinha caseiro ou (1 tablete dissolvido em 500 ml de água)
  • Coentro para finalizar

PRE-PÁRA!

  1. Primeiramente frite o frango sem tempero no óleo. Quando estiver dourado em todos os lados, retire e reserve o frango e refogue alho e cebola no óleo que restou.
  2. Acrescente tomate e quiabos e refogue por 1 min. Volte o frango para a panela e acrescente o  concentrado de tomate, pimenta caiena, cúrcuma, páprica, pimenta do reino e louro. Refogue.
  3. Por último, acrescente o caldo de galinha. Deixe cozer por 30 min em fogo baixo e acerte sal ao final, caso necessário. Finalize com coentro picado.
  4. Sirva acompanhado de arroz branco (eu usei basmati, que tem um sabor muito neutro e é perfeito para comidas muito condimentadas, como este e o curry).

Frango Africano

Frango Africano

Como dessalgar bacalhau

Bacalhau

Foto cretina mas é o que tem pra hoje.

Ó pá!

Estou devendo este post desde a receita da Salada de Bacalhau com Grão de Bico. Antes tarde do que nunca, neam?

Este post vai ter dicas úteis e práticas para aqueles que, assim como eu, nunca tinham dessalgado um bacalhau. Nada mais fácil, confiem na titia.

A consultoria é do maior conhecedor de bacalhau que eu conheço: o senhor meu pai. Ele é brasileiro, mas faz um bacalhau melhor do que muito português! Com todo respeito, é claro.

  1. Quando comprar um bacalhau seco inteiro, peça para cortarem em pedaços. Assim ficará muito mais fácil dispô-lo na travessa.
  2. Lave bem o bacalhau em água corrente para retirar o excesso de sal.
  3. Coloque os pedaços em uma travessa que possa ir à geladeira com a pele virada para cima.
  4. Coloque água gelada na travessa até cobrir todos os pedaços. Eles devem ficar totalmente imersos na água.
  5. Leve para a geladeira, coberto com um papel filme ou papel alumínio – o filme é melhor para vedar o cheiro e não deixar que sua geladeira fiquei inteira cheirando a peixe: NOT NICE.
  6. Troque a água no mínimo duas vezes ao dia – três é melhor.
  7. A regra é: para cada centímetro de altura que o pedaço tenha, um dia de dessalgue. ~OU SEJE~, se um pedaço ou posta tiver três centímetros de altura, ele levará três dias; se tiver dois centímetros, levará dois dias.
  8. Após o período, retire uma lasca para ver se já está bem dessalgado.
  9. Quando um pedaço estiver já dessalgado, retire-o da água e seque-o com papel-toalha. A seguir passe azeite em toda a sua superfície, para que ele não fique seco após descongelar. Coloque cada pedaço em plásticos tipo zip-loc (ou caso não tenha, em plástico normal, limpinho) e congele.

Update: Após o dessalgue, o bacalhau ganha até 40% mais volume. Vale muito a pena!”

  1. Bacalhau

    Bacalhau

    Um bacalhauzinho sempre que quiser, ó pá!